CAOA Chery remodela fábrica para 100% de EV

Serão demitidos quase 480 colaboradores

A CAOA Chery anuncia o reposicionamento do seu lineup no mercado nacional com a renovação de sua unidade em Jacareí, interior de São Paulo. A montadora pretende eletrificar todos os modelos de seu portfólio até o final de 2023.

Essa é a primeira vez que a fábrica, inaugurada em 2015, passará por uma atualização desse porte. A unidade passará por mudanças para adequação dos processos produtivos que permitirão a introdução de novos produtos concebidos a partir de plataformas de última geração, equipados com propulsores híbridos ou 100% elétricos.

“Esta ação faz parte da transição tecnológica da CAOA Chery que visa aumentar sua competitividade no âmbito nacional e internacional – seguindo um dos maiores movimentos tecnológicos da indústria automotiva mundial com forte foco no mercado brasileiro”, disse a companhia em comunicado.

A adaptação da unidade de Jacareí terá como parâmetro os processos produtivos já adotados na fábrica da CAOA Montadora, localizada em Anápolis (GO).

A pausa nos processos industriais de Jacareí será compensada pela intensificação da produção da planta de Anápolis que está sendo preparada para novos lançamentos já no segundo semestre de 2022. Com isso, a CAOA CHERY mantém sua meta de comercializar 60 mil unidades no mercado nacional em 2022.

A CAOA Chery reforça que seguirá prestando atendimento integral aos clientes dos modelos fabricados em Jacareí, mantendo total assistência técnica, garantias, peças e serviços em suas mais de 140 concessionárias localizadas em todas as regiões do País.

Sindicato e as demissões

Em relação aos colaboradores da planta de Jacareí, a montadora disse que estava em negociação com os representantes do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e região para a definição de um pacote de indenização suplementar, além do regular pagamento das verbas rescisórias legais, seguindo o seu compromisso de respeito aos trabalhadores.

Pelas contas dos Sindicato, serão demitidos 370 metalúrgicos e mais da metade do setor administrativo, que somam 230. Os demais serão remanejados para outras unidades da montadora.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de Trade 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.