POUPANÇA vai perdendo espaço para BOLSA DE VALORES

Bem-vindos a mais um vídeo do canal!
Você sabia que a bolsa se aproxima de 1 milhão de investidores? Mas já te contaram que esse número é MUITO pouco?? A Colômbia que é um país muito menor tem 3 milhões de investidores. No Brasil temos quase 2 milhões de investidores em Criptomoedas. Pois é! Nunca se falou tanto em proteger o patrimônio e colocar o dinheiro para rentabilizar.


Os juros mais baixos e as recentes altas do índice foram as características que despertaram interesse do público de 18 a 35 anos, que é considerado como “jovens investidores” pessoas física.


Considerando questões políticas e econômicas, vivemos em um ambiente hostil em que muitos acontecimentos mexem com o mercado e apesar disso, estamos prestes a comemorar o simbólico primeiro milhão de investidores.

Há duas décadas os brasileiros ainda se recordam das altas inflações e do confisco da poupança e até hoje ainda preferem lidar com a falsa segurança deste investimento do que buscar outros produtos mais rentáveis e diversificar a carteira. Mesmo rendendo apenas 70% da Selic mais TR (Taxa referencial), a poupança ainda é o produto preferido pelos investidores. Isso acontece por preguiça, inércia ou desconhecimento. Isso significa que vocês precisam assistir os outros vídeos do canal que aproveitar que estou dando o máximo de conhecimento gratuito.


Apesar de tudo isso, nos últimos 10 anos, a quantidade de pessoas física investindo na Bolsa praticamente dobrou. O atual investidor está interessado nas altas que a Bolsa tem dado e como o brasileiro dificilmente costuma se programar, acreditam que poderão surfar na onda e “ficar rico” logo, dessa forma.


A condição econômica da população é o que reflete este número. O brasileiro ainda acredita que deve guardar para investir o dinheiro que sobra, não o que entra, então, em sua maioria, não estamos acostumados a fazer planejamento financeiro de viver com o que temos.


De fevereiro até março foram 63 mil novos investidores na bolsa de valores. Um dos motivos é o acesso ao conhecimento ter aumentado, além de da taxa básica de juros ter alcançado mínimas históricas, o que reduziu a rentabilidade das aplicações em renda fixa, a queridinha dos investidores iniciantes.

Renda fixa:

Renda fixa é o tipo de produto financeiro mais buscado por aqueles com objetivos interessados em oportunidades ou mesmo em garantir o futuro dos filhos. Se um jovem investidor pensasse como jovens de outros países na hora de investir para o futuro de seus filhos, ele procuraria uma carteira de ações, e dessa forma o dinheiro rentabilizaria ainda mais. Tudo é questão de planejamento e sim, a longo prazo!
Procure uma corretora de valores, um economista, assessor de investimentos ou especialista em finanças pra te ajudar a cuidar do seu dinheiro.


Leia também: https://www.infomoney.com.br/onde-investir/acoes/noticia/8260177/bolsa-se-aproxima-de-1-milhao-de-investidores—mas-ainda-e-pouco
Deixe seu comentário com suas perguntas e aproveite para seguir em todas as redes sociais também:

  • Assine o Canal!* e saiba como economizar e fazer o dinheiro render: http://www.1bilhao.com.br/

Instagram: https://www.instagram.com/1bilhao_educacao_financeira (Dicas diárias)

Facebook: https://www.facebook.com/1bilhaoeducacao

Dúvidas: contato@1bilhao.com.br


Comercial: contato@1bilhao.com.br

Imprensa: contato@1bilhao.com.br