A diretoria da Petrobras (PETR4) aprovou regras para a implantação do modelo permanente de teletrabalho na companhia.

O formato será exclusivo aos funcionários do regime administrativo, disse a empresa nesta segunda-feira (31).

Segundo a Reuters, as regras foram aprovadas na última sexta-feira e o modelo começará a ser implantado após a autorização para o retorno desses empregados aos locais de trabalho presencial.

Petrobras (PETR4) diz que pode recuperar até R$ 16 bi após ganhar causa tributária
Petrobras (PETR4) diz que pode recuperar até R$ 16 bi após ganhar causa tributária

Adesão voluntária

A medida terá adesão voluntária e limite de até três dias por semana, segundo a petroleira, que acredita que o modelo de teletrabalho contribui com a “redução de custos por meio da otimização da ocupação de prédios administrativos”.

“A aprovação antecipada reflete o momento de transformação cultural e digital que a Petrobras está vivendo e o compromisso em ouvir as demandas dos trabalhadores”, disse a Petrobras em nota, acrescentando que a adoção da medida levou em conta reuniões com entidades sindicais e pesquisas internas.

O teletrabalho

O atual regime de teletrabalho, com modelo de cinco dias por semana, implementado por causa da pandemia de coronavírus, será praticado até o final do ano, acrescentou a empresa.

Em junho, a Reuters noticiou que a Petrobras havia decidido manter cerca de metade de sua equipe administrativa trabalhando permanentemente em “home office”.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: