Wall St. recua forte com tecnologia; Twitter cai 11,3%

Nasdaq caiu 2,26% aos 2,26% pontos

Os índices de Wall Street mantiveram as perdas nesta sessão.  As ações das empresas de tecnologia foram as mais impactadas e acabaram enxugando parte dos ganhos da semana do Nasdaq.

Ao final, o Dow Jones recuou 0,52% aos 31.173 pontos. O S&P ficou em queda de 1,15% aos 3.854 pontos. O Nasdaq caiu 2,26% aos 11.372 pontos.

Lembrando na semana passada, os três pesos pesados fecharam com ganhos: o Dow Jones subiu 0,8%; o S&P ganhou 1,9%; e o Nasdaq subiu 4,6%.

As ações do Twitter Inc. (TWTR) despencaram nesta sessão (-11,30% a US$32,65), com o CEO da Tesla (TSLA), Elon Musk, desistindo do negócio de compra da rede social. A confirmação ocorreu depois do fechamento dos mercados na última sexta-feira, mas com os efeitos apenas nesta sessão.

Além disso, as expectativas já estão elevadas para os resultados financeiros dos grandes players. Entre os primeiros estão: JPMorgan Chase (JPM), Wells Fargo (WFC) e Citigroup (C). Na lista constam também a PepsiCo (PEP) e Delta Air Lines (DAL).

Sobre as moedas, o temor de uma crise energética no Velho Continente fez o euro perder força para o dólar americano. A moeda ficou desvalorizada em 1,4% a US$ 1,0044, a mínima em mais de 20 anos.

O Nord Stream 1, gasoduto russo que abastece a Alemanha, entrou em manutenção programada. A interrupção elevou a preocupação de possa ser estendida, isso com as ameaças do presidente russo contra os países apoiadores da Ucrânia.

O gasoduto leva 55 bilhões de metros cúbicos por ano de gás para a Alemanha. O período de manutenção começou nesta segunda-feira e vai até 21 de julho.

Por fim, os preços do petróleo recuaram e levaram junto as ações das petroleiras.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.