Wall St. reage com indicadores e balanços financeiros

Nasdaq avançou 1,79% aos 11.4152 pontos

O dia foi mais animado na bolsa de Nova York, com os investidores analisando os dados econômicos apresentados nesta sexta-feira. Os balanços financeiros e as vendas no varejo ajudaram no sentimento do investidor.

Ao final, o Dow Jones subiu 2,15% aos 31.288 pontos. O S&P avançou 1,92% aos 3.863 pontos. O Nasdaq avançou 1,79% aos 11.4152 pontos. Na semana, o Dow Jones caiu 0,2%, o S&P 500 caiu 0,9% e o Nasdaq caiu 1,6%, segundo dados do FactSet.

O Citigroup (C) registrou um salto de 11% na receita no período, para US$ 19,64 bilhões, um dia depois que os traders acompanharem resultados financeiros decepcionantes do JPMorgan (JPM) e do Morgan Stanley (MS).

A ação do Citi subiu 13,23% e ficou com o melhor desempenho no índice S&P 500 nesta sexta-feira. As ações da Wells Fargo & Co. subiram 6,2% depois dos resultados trimestrais.

As ações financeiras impulsionaram o S&P 500, com o Bank of America Corp. subindo 7%, o State Street Corp. avançando 9,7% e Bank of New York Mellon Corp. ganhando 7,3 %.
“As ações subiram com o otimismo dos investidores de que estão surgindo sinais de que a inflação está desacelerando, os gastos do consumidor continuam saudáveis ​​e em um segundo dia melhor de lucros. Ainda existe uma boa chance de vermos as ações fazerem novas baixas, mas agora parece ser a hora de alguns traders testarem a maré”, disse em relatório o analista sênior da OANDA, Edward Moya, em Nova York.

Moya avaliou também os dados das vendas no varejo e o peso da viagem do presidente dos Estados Unidos Joe Biden ao Oriente Médio. “Os preços do petróleo subiram depois das vendas no varejo, que lembraram o quão forte a economia dos EUA permanece. A viagem do presidente Biden ao Oriente Médio não levará a um aumento no fornecimento de petróleo. O mercado de petróleo caiu no início da semana devido aos temores de destruição da demanda, então o relatório de vendas no varejo de hoje e os dados de sentimento do consumidor da Universidade de Michigan ajudaram a desfazer parte disso”, completou Moya.

Ainda hoje, o sentimento do consumidor melhorou em julho para uma leitura de 51,1, de acordo a pesquisa da Universidade de Michigan.

A Universidade mostrou também que as expectativas de inflação de longo prazo caíram para 2,8% de 3,1% no final de junho.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.