Wall Street liquida e Nasdaq tomba 4,3%

S&P caiu 3,20% aos 3,991

A liquidação tomou conta de Wall Street nesta sessão. Os investidores olharam para a “luz amarela” e saíram buscando pelos ativos mais seguros, porém, com poucas opções.

Ao final, o Dow Jones ficou em queda de 1,99% aos 32.245. O S&P caiu 3,20% aos 3,991. O Nasdaq recuou 4,29% aos 11.623.

Os maiores pesos no índice de tecnologia ficaram com a Apple, queda de 3,32%, Netflix, queda de 4,35%, Microsoft, queda de 3,69%, Meta Corp., queda de 4,26%, e Amazon Inc., queda de 5,21%.

Em todos os mercados acionários, as ações das empresas de tecnologia recuaram, isso depois dos ganhos acumulados nos últimos dias e, principalmente, com a valorização durante a pandemia de Covid-19 (início de fevereiro de 2020).

“Muitos investidores estão no modo de risco e visando um mercado de baixa para ações de tecnologia. O problema para as ações de tecnologia é que muitas empresas terão dificuldades com o aumento dos custos, pois pagam seus funcionários com capital próprio”, citou em relatório o analista sênior da OANDA em Nova York, Edward Moya.

As ações estenderam quedas também com a pesquisa do Federal Reserve de Nova York mostrando que as expectativas de inflação de longo prazo aumentaram, provocando temores de um crescimento mais fraco, o que provavelmente levaria o país a uma recessão. As expectativas de inflação daqui a três anos passaram de 3,7% para 3,9%.​ A expectativa de inflação de um ano caiu de 6,6% para 6,3%.​ ​

Entre as ações que subiram no Dow Jones estavam: 3M, alta de 1,91%, Walmart, alta de 1,71%, e Amgen Inc., alta de 1,16%. Ficaram na contramão: Boeing, queda de 10,47%, Chevron Corp., queda de 6,70%, e Visa Inc., queda de 4,84%.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de Trade 

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.