Wall St. ganha força e Nasdaq recupera 3,3%

Dow Jones subiu 2,68% aos 31.500 pontos

A bolsa de Nova York fechou em alta nesta sexta-feira, depois de uma semana marcada pela volatilidade. Os indicadores da Universidade de Michigan ficaram entre os pontos de atenção.

Ao final, o Dow Jones subiu 2,68% aos 31.500 pontos. O S&P ficou em alta de 3,06% aos 3.911 pontos. O Nasdaq ficou valorizado em 3,34% aos 11.607 pontos.

Os índices encerraram a sequência de três semanas de perdas, com os investidores digerindo as últimas afirmações dos membros do Federal Reserve de que estão comprometidos em trazer a economia para o centro da meta de 2% ainda esse ano.

O presidente do Fed, Jerome Powell, reconheceu essa semana de que uma recessão era “certamente uma possibilidade”, mas que não era o “resultado pretendido”. As altas nos juros serão mantidas.

Hoje, a pesquisa da Universidade de Michigan mostrou que o índice de Sentimento do Consumidor caiu para 50 na leitura final de junho, ante 50,2 na estimativa rápida. Isso marcou a impressão mais baixa já registrada.

O índice de Condições Atuais caiu para 53,8 em junho de 63,3 em maio. O índice de Expectativas do Consumidor caiu para 47,5 em junho de 55,2 em maio. As expectativas de inflação de cinco anos foram revisadas para baixo para 3,1% em relação à estimativa preliminar de 3,3%.

Por fim, os Treasuries estabilizaram depois que as preocupações com a recessão também fizeram os rendimentos caírem no início desta semana. O rendimento da nota de 10 anos subiu 3,10% depois de atingir 3,31% no início da semana.

Entre as ações com ganhos no Dow Jones ficaram Salesforce Inc, alta de 7,44%; Goldman Sachs Inc., alta de 5,79%; Boeing Co., alta de 5,64%. Entre as que mais perderam estavam: Verizon Communications Inc., queda de 2,17%, e UnitedHealth Group, queda de 0,83%.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.