Wall St. azeda na reta final dos negócios

Nasdaq ficou em queda de 2,98% aos 11.181 pontos

A bolsa de Nova York renovou a queda nesta terça-feira. Os pesos pesados foram influenciados pelos indicadores econômicos, que desapontaram e elevaram ainda mais as discussões sobre recessão. Ações de tecnologia derrubaram o Nasdaq.

Ao final, o Dow Jones ficou em queda de 1,56% aos 30.946 pontos. O S&P ficou em queda de 2,01% aos 3.821 pontos. O Nasdaq ficou em queda de 2,98% aos 11.181 pontos.

O Índice de Confiança do Consumidor do Conference Board está caindo novamente este mês. O índice caiu para 98,7, ou seja, 4,5 pontos abaixo de 103,2 em maio – e agora está em seu nível mais baixo desde fevereiro de 2021 (95,2).

O Índice da Situação Atual – baseado na avaliação dos consumidores sobre as condições atuais dos negócios e do mercado de trabalho – caiu para 147,1 de 147,4 no mês passado.

O Índice de Expectativas – baseado nas perspectivas de curto prazo dos consumidores para renda, negócios e condições do mercado de trabalho – caiu para 66,4 de 73,7 e está em seu nível mais baixo desde março de 2013 (63,7).

Ainda hoje, o Census mostrou que o déficit comercial internacional dos Estados Unidos foi de US$ 104,3 bilhões em maio, queda de US$ 2,4 bilhões em relação aos US$ 106,7 bilhões de abril. As exportações somaram US$ 176,6 bilhões, US$ 2,0 bilhões a mais do que as exportações de abril. As importações ficaram em US$ 280,9 bilhões, US$ 0,4 bilhão a menos que as importações de abril.

Muitas empresas manufatureiras do Quinto Distrito relataram outro declínio na atividade em junho, de acordo com a pesquisa do Federal Reserve de Richmond. O índice de manufatura composto caiu de -9 em maio para -19 em junho, com dois de seus três índices componentes recuando.

Por fim, as ações da Nike (NKE) ficaram desvalorizadas em 6,99% depois que a companhia traçou uma perspectiva decepcionante para o ano inteiro, refletindo, em grande parte, as preocupações contínuas sobre as tendências de vendas em seus negócios na China. As vendas na Grande China caíram 20%, excluindo os impactos cambiais, no último trimestre. A Nike projeta que a receita cresça em uma porcentagem baixa de dois dígitos este ano, com margens brutas estáveis ​​a 50 pontos-base.

Entre as maiores quedas nas negociações de hoje estavam: Apple (AAPL), queda de 2,98%. Meta Platforms, queda de 5,20%, e Tesla (TSLA), queda de 5,0%.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.