Inflação pesa no desempenho da Europa

Stoxx Europe 600 ficou em queda de 1,01% aos 412.81 pontos

Os mercados de ações da Europa renovaram as perdas nesta quarta-feira. Os dados de inflação da Alemanha, juntamente com a dos Estados Unidos, elevaram as apostas de posições mais severa por parte dos bancos centrais para com as taxas de juros. Enquanto isso, persiste a atenção sobre o fornecimento do gás russo para a Europa.

Índices da Europa
O índice Stoxx Europe 600 recuou 1,01% aos 412.81 pontos. O FTSE100, bolsa de Londres, ficou em queda de 0,74% aos 7.156 pontos. O FTSE MIB, bolsa de Milão, devolveu 0,93% aos 21.286 pontos. O Ibex 35, bolsa de Madri, perdeu 0,87% aos 7.944 pontos. O PSI-20, bolsa de Lisboa, caiu 0,97% aos 5.863 pontos. O CAC-40, bolsa de Paris, recuou 0,73% aos 6.000 pontos. O DAX-30, bolsa de Frankfurt, ficou negativo em 1,16% aos 12.756 pontos.

Na Alemanha, a taxa de inflação, medida como a variação homóloga do índice de preços no consumidor, subiu para 7,6% em junho de 2022. Embora a taxa tenha diminuído, ainda manteve-se num nível superior a 7%. Em maio de 2022, o indicador de inflação ficou em 7,9%.

“Os principais motivos da alta da inflação ainda são os aumentos de preços dos produtos energéticos. O preço de € 9 e o desconto no combustível tiveram um leve efeito descendente na taxa de inflação em junho de 2022”, disse o, presidente do Departamento Federal de Estatística, Georg Thiel, que informou também que os preços ao consumidor em junho de 2022 subiram 0,1% ante o mês anterior.

Nesta quarta-feira, a Gazprom afirmou que não pode garantir o fornecimento do gasoduto Nord Stream para a Europa. A companhia disse que talvez não consiga trazer uma turbina alemã que está sendo consertada no Canadá, conforme agências internacionais. O fornecimento do gás para a Europa estava sendo reduzido, com Moscou alertando problemas no equipamento.

Entre os demais indicadores, o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido cresceu 0,5% em maio de 2022, depois de uma queda de 0,2% em abril de 2022 (revisado de uma queda de 0,3%). O PIB do Reino Unido aumentou 0,4% nos três meses até maio de 2022 e 3,5% nos 12 meses até maio de 2022. O setor de Serviços cresceu 0,4% em maio deste ano, à medida que as atividades de saúde humana e assistência social cresceram 2,1%.

Ainda no Reino Unido, a produção industrial subiu 0,9% entre abril e maio de 2022, atingindo um nível 0,5% abaixo de fevereiro de 2020. Este foi o último mês de condições comerciais “normais” antes da pandemia de coronavírus (COVID-19).

O aumento mensal da produção resultou do fortalecimento em dois dos quatro setores produtivos, com a indústria crescendo 1,4% e a eletricidade e gás 0,3%. Todos os dados são do Governo Britânico.

A inflação na Franca, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – CPI, subiu 0,7% em junho, como em maio, conforme mostrou o INSEE.

Os preços da energia aceleraram (5,2% depois de +1,6%) devido ao forte aumento dos preços dos produtos petrolíferos (9,4% após +2,9%).  Os de alimentação desaceleraram (+0,8% após +1,0%), como os de serviços (+0,3% após +0,5%). Os preços dos manufaturados ficaram estáveis (+0,0% após +0,5%).

Com ajuste sazonal, os preços ao consumidor subiram 0,8% após +0,6% em maio. Na comparação anual, os preços ao consumidor cresceram 5,8% após +5,2% em maio.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.