Ibovespa não tem força e renova queda com setor externo

Volume financeiro ficou em R$23,12 bilhões

O Ibovespa renovou a queda nesta terça-feira. A volta do feriado de Wall Street ficou no radar. O risco fiscal também segue tirando o apetite do investidor local.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 0,32% aos 98.294 pontos. O volume financeiro ficou em R$23,12 bilhões.

“A baixa liquidez na bolsa brasileira no dia anterior fez o investidor manter a cautela, bem como a pressão inflacionária forte vinda da Europa e dos Estados Unidos. A fala do presidente do Fed de que não sabemos lidar com inflação alta, ou seja, elevou o temor do investidor de que nós teremos que lidar com a taxa de juros americana mais alta. Isso acaba retirando muitos dólares de diversos países ao redor do mundo, inclusive daqui, e faz com que o fluxo volte novamente para os Estados Unidos. Fora que ainda estamos com a “PEC Camicase”, que está em tramitação no Congresso e que deve passar em R$50 bilhões de risco fiscal”, enumerou o especialista da Valor Investimentos, Gabriel Meira, para o 1 Bilhão.

Destaques com ganhos
Magaz. Luiza ON (MGLU3), alta de 11,74%; Via ON (VIIA3), alta de 11,48%; Americanas ON (AMER3), alta de 9,73%; Petz ON (PETZ3), alta de 8,65%; BRF ON (BRFS3), alta de 7,67%.

Operaram com perdas
3R Petroleum ON (RRRP3), queda de 7,44%; PetroRio ON (PRIO3), queda de 7,11%; Petrobras ON (PETR3), queda de 4,27%; Petrobras PN (PETR4), queda de 3,81%; Gol PN (GOLL4), queda de 3,10%.

Mais negociadas
Vale ON (VALE3), queda de 0,50%; Petrobras PN (PETR4), queda de 3,81%; Eletrobras ON (ELET3), alta de 1,17%; Eletrobras ON (ELET3), queda de 4,27%; Magaz. Luiza ON (MGLU3), alta 11,74%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 02 de maio de 2022 a 02 de setembro de 2022, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice foram: Vale ON (15,582%), Itaú Unibanco PN (5,661%), Petrobras PN (6,864%), Petrobras ON (4,492%) e Bradesco PN (4,606%).

Commodities
O preço do barril do Brent, com contrato futuro para setembro de 2022, ficou em alta de 1,98% a US$104,08 em Londres.

O preço do barril do WTI, com contrato futuro para setembro de 2022, ficou em alta de 1,02% a US$100,51.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqu

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.