Fed anima também os mercados da Ásia

Xangai ficou em alta de 1,87% aos 3.282

Os mercados de ações da Ásia renovaram as altas nesta quinta-feira. Os investidores, como os demais ao redor do mundo, ficaram mais tranquilos com a decisão do Federal Reserve, já que a alta de juros estava precificada. Porém, o alívio veio com as declarações do presidente do Fed, Jerome Powell, sobre os aumentos não tão agressivos para as demais. O aumento foi de 0,75% deixando as taxas entre 2,24% a 2,25%.

Índices da Ásia

O índice Xangai ficou em alta de 1,87% aos 3.282 e o Shenzhen Composite ficou em alta de 0,40% aos 2.203. O Kospi, bolsa de Seul, ficou em alta de 0,82% aos 2.435. O Sensex, bolsa de Mumbai, ficou em alta de 1,87% aos 56.857. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,97% aos 6.889. O FTSE Straits, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,48% aos 3.220. O Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 0,20% aos 14.891. O índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em queda de 0,23% aos 20.622. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 0,36% aos 27.815 pontos e o Topix ficou em alta de 0,16% a 1.948.

Os bancos chineses estão elevando o capital para enfrentar uma possível alta da inadimplência, com o país dando sinais de desaceleração econômica com a crise imobiliária. Milhares de mutuários estão se recusando a pagar as prestações dos imóveis, já que muitos ainda estão na planta.

Até esta quarta-feira, os credores emitiram cerca de 568 bilhões de yuans (US$84 bilhões) de dívida. Pequim vai permitir que 320 bilhões de yuans gerados com a venda de títulos locais sejam usados para completar o capital de bancos menores. Todas as informações são da Bloomberg.

Em dia de indicadores relevantes sendo esperados para o Japão, a Austrália revelou o Índice de Preços ao Consumidor (CPI). O indicador subiu 1,8% neste trimestre. Nos 12 meses, considerando o trimestre de junho de 2022, o CPI subiu 6,1%.

Os preços mais significativos foram para as compras de casas (+5,6%), combustível automóvel (+4,2%) e mobiliário (+7,0%).

A inflação anual do CPI subiu 6,1% no trimestre de junho, por conta de maiores custos de construção de moradias e preços de combustíveis automotivos. A inflação média anual, que exclui grandes altas e quedas de preços, subiu para 4,9%. Os dados são do Governo da Austrália.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.