Europa renova queda: Stoxx 600 cai 2,9%

DAX-30, bolsa de Frankfurt, caiu 2,15% aos 13.380

A Europa renova queda e o Stoxx Europe 600 toca a mínima desde o recorde no início deste ano. Sem muitas notícias positivas, os investidores europeus renovaram a forte aversão ao risco. Os destaques negativos ficaram com as medidas restritivas impostas na China para conter o avanço da Covid-19. As ações mais castigadas foram as de tecnologia, de empresas de viagens, turismo e lazer.

Índices Europeus

Índices Europeus: o Stoxx Europe 600 ficou em queda de 2,90%% aos 417.46. O FTSE-100, bolsa de Londres, ficou em queda de 2,32% aos 7.216.O FTSE MIB, bolsa de Milão, ficou em queda de 2,74% aos 22.832. O DAX-30, bolsa de Frankfurt, caiu 2,15% aos 13.380. O CAC-40, Paris, em queda de 2,75% aos 6.086. O Ibex 35, bolsa de Madri, ficou em queda de 2,20% aos 8.139. O PSI-20, bolsa de Lisboa, ficou em queda de 2,72% aos 5.657.

No pan-europeu, as ações de tecnologia foram as que mais pesaram, com o índice do setor perdendo 5%. As ações das empresas de viagens e lazer também recuaram, com o índice caindo 6%.

Os indicadores divulgados hoje na China contribuíram para as quedas, com a balança comercial recuando e sob os efeitos das medidas impostas por Pequim para conter o coronavírus. O temor de uma recessão ganhou força.

Já na França, no primeiro trimestre de 2022, as exportações continuaram a crescer em valor a uma taxa próxima à do 4T21, alta de 5,3%, depois da alta de 4,7%. Os números foram impulsionados pelo dinamismo das vendas de produtos manufaturados, ligados à recuperação das exportações de equipamentos de transporte, impulsionadas pela entrega de um transatlântico aos Estados Unidos, bem como pela venda de “outros produtos industriais”. As importações abrandaram recuaram em valor no trimestre, com o índice saindo da alta de 9,9% para 5,3%. Os dados são do INSEE.

O índice do ciclo de negócios Sentix atingiu a queda de 22,6 pontos, o seu nível mais baixo desde junho de 2020. A situação e as expectativas caíram 5 p.p.. A recessão está se tornando visível.

As expectativas econômicas para a Alemanha marcam uma baixa histórica e o índice de situação também cai pela 3ª vez consecutiva. A queda da Alemanha é de 20,5.

A crise econômica está sendo sentida em todo o mundo. Também nos Estados Unidos, onde o índice geral caiu pela 6ª vez consecutiva, atingindo -2,9 pontos, o nível mais baixo desde setembro de 2020.

Entre as ações que subiram na bolsa de Frankfurt estavam: E.ON, alta de 0,97% e Henkel, alta de 0,07%. Entre as maiores quedas ficaram: Delivery Hero, queda de 13,26%, Infineon Technologies, queda de 6,03%, e MTU Aero Engines, queda de 5,0,3%.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de Trade 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.