Europa ganha força com balanços e esperando pelo Fed

DAX-30, bolsa de Frankfurt, ficou em alta de 0,53% aos 13.166 pontos

Mesmo sem a decisão do Federal Reserve sobre a taxa de juros dos Estados Unidos, os investidores da Europa partiram para o risco. Os investidores também acompanharam os resultados financeiros de grandes empresas do bloco.

Índices da Europa
O índice Stoxx Europe 600 ficou em alta de 0,47% aos 428.12 pontos. O FTSE100, bolsa de Londres, ficou em alta de 0,57% aos 7.348 pontos. O FTSE MIB, bolsa de Milão, subiu 1,52% aos 21.480 pontos. O Ibex 35, bolsa de Madri, subiu 0,68% aos 8.124 pontos. O PSI-20, bolsa de Lisboa, subiu 1,96% aos 6.116 pontos. O CAC-40, bolsa de Paris, subiu 0,75% aos 6.257 pontos. O DAX-30, bolsa de Frankfurt, ficou em alta de 0,53% aos 13.166 pontos.

O Federal Reserve elevou a taxa de juros dos Estados Unidos para 2,50% ao ano, ou 0,75%. Além disso, no comunicado, a autoridade monetária renovou mais altas nas próximas reuniões.

Sobre os indicadores, a Confiança do Consumidor da Alemanha GfK para agosto está mais fraca do que o esperado com uma leitura de -30,6 ante a expectativa de -28,9 e uma leitura revisada mais baixa para -27,7.

A Confiança do Consumidor da União Europeia – GfK para julho divulgada em 20 de julho, foi de menos 27 contra uma expectativa de menos 24,9 e uma leitura anterior de menos 23,8. Como o GfK da Alemanha, esse também foi um recorde de baixa. A leitura final de julho deve sair amanhã.

Além disso, a Confiança do Consumidor da França para julho foi de 80 contra uma expectativa de 80 e uma leitura anterior de 82. Esta foi a leitura mais baixa desde junho de 2013.

Na Itália, o indicador para julho foi de 94,8 contra uma expectativa de 98,6 e um leitura de 98,3. Esta foi a leitura mais baixa desde o auge da pandemia em maio de 2020.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.