Dólar rompe os R$5,230 com Federal Reserve

Turismo subiu 0,46% aos R$5,400 para a venda

O dólar renovou a alta nesta quinta-feira, com o mercado digerindo ainda a declaração do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, aos Congressistas dos Estados Unidos.

O presidente do banco central disse que o Comitê Federal de Mercado Aberto – Fomc tem usado todas as ferramentas para trazer a inflação para perto ou centro da meta de 2% ainda este ano. No entanto, a pressão inflacionária vem aumento e existe a hipótese do país enfrentar uma “recessão”. Powell disse que o aperto monetário vai prosseguir no curto prazo. Ainda hoje o mercado estava analisando o relatório do setor de trabalho, que continua apertado.

Na bolsa de Nova York, o DXY ficou em alta, as moedas europeias ficaram divididas e o Bitcoin reagiu em mais de 4%.

No ambiente doméstico, segundo analistas do mercado cambial, o risco fiscal voltou para a mesa depois que ruídos davam conta de que o Governo Federal estuda um valor para o Auxílio Emergencial de até R$600,00, aumento no valor do vale-gás e o voucher para os caminhoneiros.

Ao final, o dólar ficou em alta de 1,02% a R$5,230 para a venda. O turismo subiu 0,46% aos R$5,400 para a venda.

O euro subiu 0,64% aos R$5,507 para a venda. A libra subiu 1,04% aos R$6,412 para a venda. O peso argentino subiu 0,82% a R$0,042 para a venda.

Cenário externo
Na bolsa de Nova York, o índice DXY, que compara o movimento das seis moedas mais importantes frente ao dólar americano, subiu 0,19% aos 104.39 pontos.

O ouro caiu 0,63% a US$1,826,90 a onça.

O euro caiu 0,40% a US$1,0521 e a libra ficou estável a US$1,2258.

O Bitcoin ficou em alta de 4,97% a US$20,875,05.

Gostou deste conteúdo e qu3er saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.