Dólar renova queda aos R$5,349 para a venda

Turismo ficou em queda de 0,68% aos R$5,533 para a venda

O dólar perdeu novamente força frente ao real. Os mercados já estavam em alerta com a reunião do Federal Reserve, que divulga a decisão monetária no final da tarde desta quarta-feira. Hoje, ainda nos Estados Unidos, o índice de vendas de casas voltou a cair no mês de junho.

Por aqui, no entanto, a inflação deu uma ligeira trégua na prévia do mês. Porém, o mercado cambial já está com o radar no front político.

Ao final, no interbancário, o dólar fechou em queda de 0,38% aos R$5,349 para a venda. O turismo ficou em queda de 0,68% aos R$5,533 para a venda.

O euro ficou em queda de 1,40% aos R$5,415 para a venda. A libra esterlina recuou 0,91% aos R$6,433 para a venda. O peso argentino ficou em queda de 0,59% aos R$0,041 para a venda.

“O movimento do dólar estava relacionado aos indicadores, apesar da aparente calmaria do mercado. Ontem, o dólar caiu frente ao real e hoje renovou. Mas não podemos esquecer o que ocasionou a alta da moeda frente ao mercado e aos pares internacionais.  A queda vem de correções e essas trajetórias são bem normais, ainda porque a valorização do dólar nestes últimos três meses foi atípica. Os países exportadores foram os que menos sofreram pela valorização das commodities, porém, estamos vendo que a queda nas commodities agora faz caminho inverso”, pontuou o sócio-fundador da GT Capital Investimentos, Marcus Labarthe, para o 1Bilhão.

Cenário Externo
Na bolsa de Nova York, o índice DXY, que compara o movimento das seis moedas mais importantes frente ao dólar americano, ficou em alta de 0,70% a 107.23 pontos.

O preço do ouro caiu 0,21% a US$1,715,50 a onça.

O euro caiu 1,0% a US$1,0118 e a libra ficou perdeu 0,13% a US$1,2030.

O Bitcoin devolveu 5,41% a US$20.900,41.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.