Dólar pressiona o real e fecha semana em alta de 2,58%

Turismo caiu 0,72% aos R$5,609 para a venda

O dólar pressionou o real ao longo da semana e fechou com valorização de 2,58%, a segunda no mês de julho. No entanto, a moeda perdeu para as demais emergentes depois que os indicadores da economia americana mostraram reações mais positivas na agenda de hoje.

Na bolsa de Nova York, o DXY recuou, as moedas europeias ficaram divididas e o Bitcoin ganhou força. O euro voltou a perder espaço para o dólar, em semana marcada pela paridade entre as moedas e a primeira vez em 20 anos.

Ao final, no interbancário, o dólar fechou em queda de 0,52% a R$5,405 para a venda. O turismo caiu 0,72% aos R$5,609 para a venda.

“O dólar perdeu fôlego depois das sucessivas altas ao longo dos últimos dias. As moedas de países desenvolvidos acabaram recuperando e ajudando a mudar esse fluxo, com o dólar caindo. Mas considerando o cenário da economia global, esse movimento não deverá permanecer por muito tempo”, citou o especialista da Valor Investimentos, Gabriel Meira, para o 1Bilhão.

O euro subiu 0,12% aos R$5,450 para a venda. A libra caiu 0,32% aos R$6,413 para a venda. O peso argentino caiu 0,68% a R$0,042 para a venda.

Cenário externo

Na bolsa de Nova York, o índice DXY, que compara o movimento das seis moedas mais importantes frente ao dólar americano, ficou em queda de 0,41% a 108.10 pontos.

O ouro caiu 0,15% a US$1,703,20 a onça.

O euro subiu 0,63% a US$1,0082 e a libra ficou em alta de 0,35% a US$1,1865.

O Bitcoin subiu 2,31% a US$21.123,90.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.