Dólar fecha em alta aos R$5,433; índice DXY fica em 108.64

Turismo subiu 0,55% aos R$5,650 para a venda

O dólar voltou para a alta nesta quinta-feira, com os investidores buscando ativos mais seguros. Os temores estão elevados para uma recessão nos Estados Unidos, com a inflação assustando e com as projeções para uma alta mais forte nas taxas de juros pelo Federal Reserve. As demais moedas emergentes também apanharam do dólar, bem como o euro.

Na bolsa de Nova York, o DXY atualizou renovou a alta, as moedas europeias recuaram e o Bitcoin ganhou força.

Por aqui, no interbancário, o dólar fechou em alta de 0,51% a R$5,433 para a venda. O turismo subiu 0,55% aos R$5,650 para a venda.

O euro subiu 0,12% aos R$5,443 para a venda. A libra subiu 0,16% aos R$6,423 para a venda. O peso argentino subiu 0,37% a R$0,042 para a venda.

Cenário externo

Na bolsa de Nova York, o índice DXY, que compara o movimento das seis moedas mais importantes frente ao dólar americano, ficou em alta de 0,64%  a 108.64 pontos. A puxada do índice é a maior em 20 anos.

O ouro caiu 1,53% a US$1,709,00 a onça.

O euro caiu 0,39% a US$1,0018 e a libra ficou em queda de 0,54% a US$1,1825.

O Bitcoin subiu 4,95% a US$20.625,28.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.