Dólar fecha a semana em queda de 5,90%

No mês de julho a moeda caiu 1,15%

O dólar fechou julho em queda de 1,15%, depois da alta forte do mês anterior em 10,14%. A moeda foi moderada com as entradas em leilão de swap cambial pelo Banco Central do Brasil.

Na semana, a desvalorização foi de 5,90%, com o mercado atento ao cenário externo pela decisão do Federal Reserve em elevar as taxas de juros dos Estados Unidos.

Para hoje, com a formação da Ptax, o dólar ganhou ligeira força sobre o real. Ao final, no interbancário, a moeda subiu 0,21% aos R$5,174 para a venda. O turismo ficou em queda de 0,09% aos R$5,390 para a venda.

O euro avançou 0,55% aos R$5,288 para a venda. A libra esterlina subiu 0,35% aos R$6,303 para a venda. O peso argentino ficou em alta de 0,56% aos R$0,039 para a venda.
Cenário Externo

Na bolsa de Nova York, o índice DXY, que compara o movimento das seis moedas mais importantes frente ao dólar americano, ficou em queda de 0,50% a 105.82 pontos.

O preço do ouro subiu 0,75% a US$1,782,50 a onça.

O euro subiu 0,31% a US$1,0226 e a libra ficou estável a US$1,2182.

O Bitcoin subiu 0,37% a US$23.946,02.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.