Dólar e Euro na disputa pelo 2º dia consecutivo

Turismo recuava 0,74% aos R$5,603 para a venda

O dólar está devolvendo a alta nesta quarta-feira. No entanto, a moeda segue em nível de igualdade com o euro pelo segundo dia consecutivo. A mínima do euro não ocorria desde sua criação há 20 anos.

O DXY, operando na bolsa de Nova York, atualizou sua alta também de 20 anos no dia anterior antes de recuar de 108,55 neste pregão. A retração se juntou ao otimismo cauteloso com dados da economia dos Estados Unidos.

Hoje, a inflação americana voltou a preocupar. O índice para o mês de junho avançou 1,3% e promoveu o avanço em 9,1% em 12 meses. A partir de agora, as apostas estão voltadas para a decisão do Federal Reserve na condução da política monetária.

É certo que na reunião deste mês, o banco central americano vai elevar os juros. Contudo, os analistas estão avaliando como será essa retomada de alta de juros sem comprometer o desempenho econômico. Grande parte já desenha um cenário de recessão.

Por aqui, no interbancário, o dólar operava em queda de 1,10% aos R$5,379 para a venda. O turismo recuava 0,74% aos R$5,603 para a venda.

O euro caía 0, 73% aos R$5,420 para a venda. A libra caía 0,91% aos R$6,414 para a venda. O peso argentino caía 1,21% a R$0,042 para a venda.

Cenário externo

Na bolsa de Nova York, o índice DXY, que compara o movimento das seis moedas mais importantes frente ao dólar americano, estava em queda de 0,23% aos 107.83 pontos.

O ouro estava em alta de 0,71% a US$1,737,00 a onça.

O euro estava em alta de 0,43% a US$1,0077 e a libra avançava 0,23% a US$1,1912.

O Bitcoin perdia 2,17% a US$19,445,88.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.