Dólar cai 2,35% e volta aos R$5,370

Turismo ficou em queda de 1,65% aos R$5,571 para a venda

Ao fechar a semana em alta de 1,73%, o dólar surpreendeu nesta segunda-feira e acabou desvalorizado. O investidor partiu para o risco no mercado acionário, já que a semana está carregada de indicadores relevantes, bem como a decisão monetária do Federal Reserve na quarta-feira (27/07).

Ao final, no interbancário, o dólar fechou em queda de 2,35% aos R$5,370 para a venda. O turismo ficou em queda de 1,65% aos R$5,571 para a venda.

O euro ficou em queda de 2,31% aos R$5,492 para a venda. A libra esterlina recuou 1,84% aos R$6,472 para a venda. O peso argentino ficou em queda de 3,34% aos R$0,041 para a venda.

“O dólar recuou hoje por alguns motivos. A China, por exemplo, ficou no radar com mais estímulos do Governo para a economia. Além disso, a expectativa é da entrada de capital estrangeiro para o Brasil depois das revogações de medidas restritivas por parte dos Estados Unidos e do Reino Unido contra as exportações brasileiras de produtos do aço. Essas medidas estavam em vigor há 5 anos e foram revogadas hoje. Por fim, a valorização dos preços das commodities também acabou favorecendo as moedas emergentes. Contudo, na quarta-feira tem a decisão do Fed, o que poderá trazer alguma volatilidade e até pressão sobre a taxa de câmbio”, explicou a economista do Banco Ourinvest, Cristiane Quartaroli, para o 1Bilhão.

Cenário Externo

Na bolsa de Nova York, o índice DXY, que compara o movimento das seis moedas mais importantes frente ao dólar americano, ficou em queda de 0,26% a 106.45 pontos.

O preço do ouro caiu 0,60% a US$1,717,10 a onça.

O euro subiu 0,13% a US$1,0224 e a libra ficou subiu 0,40% a US$1,2051.

O Bitcoin devolveu 2,79% a US$22.090,63.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.