Dia positivo na Ásia com decisões de Pequim

Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 1,47%

O dia foi positivo na Ásia, com os investidores analisando o comportamento dos demais mercados de ações depois da ata do Federal Reserve. As ações das montadoras foram as que mais avançaram, com novas medidas para estimular as vendas foram definidas por Pequim.

Índices da Ásia
O índice Xangai ficou em alta de 0,27% aos 3.364 e o Shenzhen Composite ficou em alta de 0,93% aos 2.227. O Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 1,47% aos 26.490 o índice Topix ficou em alta de 1,42% a 1.882. O FTSE Straits, bolsa de Singapura, ficou em alta de 0,83% aos 3.129. O Kospi, bolsa de Seul, ficou em alta de 1,84% aos 2.334. O Sensex, bolsa de Mumbai, ficou em alta de 0,80% aos 54.178. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em alta de 0,81% aos 6.648.

Ainda hoje, os papéis das empresas de energia também avançaram na Ásia, depois que a montadora de veículos elétricos BYD subiu 4%. Pequim considerou avaliar a prorrogação da isenção de impostos para veículos desse setor, bem como investir em infraestrutura de postos para abastecimento.

Enquanto isso, o monitoramento para evitar o avanço da Covid-19 está mais apertado. A exigência de testes contra a doença foi reforçada para todos os visitantes do país.

Já ata do Fed mostrou que a meta central é de controlar a inflação e garantir que as pressões de preços elevadas não sejam incorporadas à mentalidade de negócios.

Sobre indicadores, a Austrália registrou o terceiro aumento consecutivo em seu superávit comercial. Foram A$ 15,97 bilhões em maio, porém, é quase a metade do valor esperado pelos economistas (A$ 10,83 bilhões). O superávit de abril foi revisado para A$ 13,25 bilhões de A$ 10,50 bilhões.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.