Dia negativo nos mercados asiáticos: minério de ferro reage

Xangai ficou estável aos 3.279

As bolsas asiáticas recuaram nas negociações desta terça-feira. O mercado anda cauteloso com os dados econômicos, Covid-19 na China, preços de commodities e, principalmente, com as decisões dos bancos centrais.

Índices da Ásia

O índice Xangai ficou estável aos 3.279 e o Shenzhen Composite ficou em alta de 0,13% aos 2.194. O Kospi, bolsa de Seul, ficou em queda de 0,18% aos 2.370. O Sensex, bolsa de Mumbai, ficou em alta de 0,45% aos 54.767. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 0,65% aos 26.961 pontos e o Topix subiu 0,54% aos 1.902 pontos. O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,56% aos 6.649. O FTSE Straits, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,13% aos 3.117. O Taiex, bolsa de Taiwan, ficou em queda de 0,17% aos 14.694. O índice Hang Seng, bolsa de Hong Kong, ficou em queda de 0,89% aos 20.661.

O mercado também acompanhou o desempenho de Wall Street, com os pesos pesados recuando no dia anterior depois das projeções pessimistas da Apple para o restante do ano.

Na China, os investidores estrangeiros saíram vendendo ações, 9,86 bilhões de iuanes, algo em torno de US$1,5 bilhão.

Embora enfrentando problemas no setor imobiliário, os preços do minério de ferro voltaram a subir na China. O valor do contrato para setembro negociado na bolsa de Dalian fechou em alta de 1% aos US$100,49 a tonelada. No porto de Qingdao, a tonelada seca ficou em alta de 4,52% a US$100,38 a tonelada seca.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.