Ásia começa julho no negativo

Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 1,73%

Os principais mercados acionários da Ásia começaram o mês de julho em campo negativo. A cautela acompanhou os demais, com a preocupação elevada de uma recessão global.

Índices da Ásia

O índice Xangai ficou em queda de 0,32% aos 3.387 e o Shenzhen Composite ficou em queda de 0,21% aos 2.219. O Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 1,73% aos 25.935 o índice Topix ficou em queda de 1,38% a 1.845. O FTSE Straits, bolsa de Singapura, ficou em queda de 0,21% aos 3.095. O Kospi, bolsa de Seul, ficou em queda de 1,17% aos 2.305. O Sensex, bolsa de Mumbai, ficou em queda de 0,21% aos 52.907.  O índice XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,43% aos 6.539.

O temor dos investidores da Ásia ficou ainda mais elevado depois do fechamento do primeiro semestre de 2022 da bolsa de Nova York. Os índices de peso, em especial o S&P, fecharam com os piores resultados para o mesmo período desde 1970.

Sobre os indicadores, o índice de Preços ao Consumidor – CPI da cidade de Tóquio ficou em 2,1%, inalterado em relação ao mês anterior. O índice de junho de 2022 (preliminar) foi de 101,8, alta de 2,3% em relação ao ano anterior, antes do ajuste sazonal e de 0,1% em relação ao mês anterior com ajuste sazonal. O índice de emprego subiu 2,6%, do resultado anterior de 2,5%

Hoje, a bolsa de Hong Kong não operou com o feriado.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.