Ações da Europa renovaram as perdas

FTSE100, bolsa de Londres, ficou em queda de 0,97% aos 7.020 pontos

As ações da Europa renovaram as perdas nesta quinta-feira. Os índices dos Gerentes de Compras – PMIs da Zona do Euro desanimaram, embora ainda nas prévias para o mês de junho. Além disso, o mercado descolou da apresentação do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, aos congressistas americanos do dia anterior.

Índices da Europa

O índice Stoxx Europe 600 ficou em queda de 0,82% aos 402.40 pontos. O FTSE100, bolsa de Londres, ficou em queda de 0,97% aos 7.020 pontos. O FTSE MIB, bolsa de Milão, ficou em queda de 0,80% aos 21.615 pontos. O Ibex 35, bolsa de Madri, ficou em queda de 0,48% aos 8.106 pontos. O PSI-20, bolsa de Lisboa, ficou estável aos 5.921 pontos. O CAC-40, bolsa de Paris, ficou em queda de 0,56% aos 5.883 pontos. O DAX-30, bolsa de Frankfurt, ficou em queda de 1,76% aos 12.912 pontos.

Os investidores europeus descolaram das falas do presidente do Fed, Jerome Powell, aos congressistas americanos. Powell não descartou uma “possível” recessão naquele país. No entanto, ainda manteve a meta de inflação em 2% para este ano e, ao mesmo tempo, reiterou uma pressão monetária no curto prazo.

Nesta sessão, as atenções estavam voltadas para os PMIs da Zona do Euro, que mostraram desaceleração nas prévias para junho.

O índice S&P Global Composto de Saída- PMI, sazonalmente ajustado, caiu de 54,8 em maio para 51,9 em junho, de acordo com a leitura desta estimativa. Enquanto a mais recente indicava uma expansão da atividade empresarial para o 16º mês consecutivo. A taxa de crescimento do setor manufatureiro está moderada há dois meses consecutivos para seu menor nível na atual sequência de expansão.

A prévia do PMI de Serviços da Zona do Euro está em 52,8 para junho (maio: 56,1), com cinco meses de baixa. O PMI de Manufatura de Saída está em 49,3 (maio: 51,3), com 24 meses de quedas. Já o PMI de Manufatura estava em 52,0 para junho (maio: 54.6), com 22 meses de baixa.

O crescimento da produção no resto da Zona do Euro, como um todo, também desacelerou em relação ao pico recente de abril para o menor desde janeiro, por conta de uma quase estagnação do crescimento e à expansão mais fraca do setor de serviços em cinco meses.

De outro lado, a queda na oferta do gás vindo da Rússia para a Alemanha também pressionou o índice principal da bolsa de Frankfurt.

Nesta sessão, as ações das mineradoras voltaram a cair, na sequência das montadoras.

Na bolsa de Londres, a Evraz PLC caiu 12,59%, a Antofagasta PLC recuou 5,83%, a Anglo American PLC perdeu 4,55%, a Fresnillo PLC recuou 4,33%. As ações da Rolls-Royce Holdings PLC perderam 4,95%.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.