Telefônica (VIVT3) vê queda no lucro no 2T22

EBITDA recorrente subiu 8,3% ao ano

A Telefônica Brasil (VIVT3) divulgou na noite desta terça-feira os resultados referentes ao segundo trimestre e também ao primeiro semestre de 2022.

O lucro líquido no segundo trimestre ficou em R$746 milhões, queda em 45% na relação a igual período do ano passado (R$1.345 milhão). No primeiro semestre, o resultado foi de R$1.496 milhão, queda ante o mesmo período de 2021 (R$2.287 milhão).

*A receita líquida1 (core) cresceu 11,1% ao ano, R$10.839 milhões, ante os R$9.453 milhões no mesmo trimestre de 2021. No semestre, a receita líquida ficou em R$21.124, ante os R$19.016 milhões do ano passado.

A alta de 7,6% excluindo efeito da aquisição da Oi Móvel, foi impulsionada pela receita de serviço móvel (+15,1% a/a ou +9,4% a/a excluindo efeito da aquisição da Oi Móvel) e de aparelhos (+26,4% a/a).

A receita fixa total manteve o desempenho positivo (+1,7% a/a), com destaque para a receita de FTTH, que cresceu 23,7% a/a.

O EBITDA recorrente subiu 8,3% ao ano em função do forte desempenho na móvel. Os Custos Recorrentes (+12,9% a/a) foram impactados pela mudança no mix de receitas e inflação do período.

Fluxo de caixa livre totalizou R$ 2,2 bilhões (+15,5% a/a) no trimestre, permitindo o investimento contínuo na expansão dos negócios core, assim como o reforço na remuneração ao acionista por meio do Programa de Recompra de Ações (R$ 198 milhões em recompras no 2T22).

A aceleração do crescimento da base de clientes atingiu 114 milhões de acessos totais. No trimestre, as adições líquidas na móvel totalizaram 13,9 milhões, sendo 12,6 milhões provenientes da aquisição da Oi Móvel.

*1-Total de receitas da Companhia excluindo voz fixa, xDSL e DTH.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.