Serão R$87,8 bilhões os dividendos da Petrobras (PETR4)

Valor de R$ 6,732003 por ação preferencial e ordinária em circulação

O Conselho de Administração da Petrobras (PETR4), em reunião realizada hoje, aprovou o pagamento de distribuição de dividendos no valor de R$ 6,732003 por ação preferencial e ordinária em circulação. O montante soma R$87,8 bilhões.

“O dividendo proposto está alinhado à Política de Remuneração aos Acionistas, que prevê que, em caso de endividamento bruto inferior a US$ 65 bilhões, a Companhia poderá distribuir aos seus acionistas 60% da diferença entre o fluxo de caixa operacional e as aquisições de ativos imobilizados e intangíveis (investimentos). Além disso, a Política também prevê a possibilidade de pagamento de dividendos extraordinários, desde que sua sustentabilidade financeira seja preservada”, disse a petroleira no comunicado.

Os dividendos serão pagos em duas parcelas iguais nos meses de agosto e setembro, da seguinte forma: valor a ser pago: R$ 6,732003 por ação preferencial e ordinária em circulação, sendo que: primeira parcela, no valor de R$ 3,366002 por ação preferencial e ordinária em circulação, será paga em 31 de agosto de 2022: e segunda parcela, no valor de R$ 3,366001 por ação preferencial e ordinária, será paga em 20 de setembro de 2022.

Data de corte será no dia 11 de agosto de 2022 para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3 e o record date será dia 15 de agosto de 2022 para os detentores de ADRs negociadas na New York Stock Exchange (NYSE). As ações da Petrobras serão negociadas ex-direitos na B3 e na NYSE a partir de 12 de agosto de 2022.

Data de pagamento: para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3 o pagamento da primeira parcela será realizado no dia 31 de agosto de 2022 e o da segunda parcela no dia 20 de setembro de 2022. Os detentores de ADRs receberão os pagamentos a partir de 08 de setembro de 2022 e 27 de setembro de 2022, respectivamente.

Forma de distribuição: a primeira parcela de pagamento será realizada da seguinte forma: dividendos, de R$ 2,938861 por ação preferencial e ordinária em circulação; e  juros sobre capital próprio de R$ 0,427141 por ação preferencial e ordinária em circulação. Já a segunda parcela será integralmente paga sob a forma de dividendos.

Importante ressaltar que esses proventos serão abatidos dos dividendos a serem aprovados na Assembleia Geral Ordinária de 2023 relativos ao exercício de 2022, sendo seus valores reajustados pela taxa Selic desde a data do pagamento de cada parcela até o encerramento do exercício social corrente para fins de cálculo do abatimento.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.