Inflação dos EUA sobe 4,7% em maio: uma das mais altas desde 1980

Resultado ainda está entre os mais altos desde 1980

O índice de preços ao consumidor – PCE  subiu 6,3% em maio no comparativo com o ano anterior, refletindo aumentos tanto em bens como em serviços. Os preços da energia subiram 35,8%, enquanto os preços dos alimentos subiram 11,0%. Excluindo alimentos e energia, o índice de preços PCE de maio aumentou 4,7%, queda em 0,2 ponto percentual ante o mês anterior. Os dados são do Departamento de Análises Econômicas dos Estados Unidos.

Embora com o ligeiro recuo, o indicador ainda está entre os mais altos desde 1980, quando atingiu 4,8%.

A renda pessoal dos americanos subiu para US$ 113,4 bilhões (0,5%) em maio. A renda pessoal disponível (DPI) ficou em US$ 96,5 bilhões (0,5%) e as despesas de Consumo Pessoal (PCE) subiu para US$ 32,7 bilhões (0,2%).

O DPI Real caiu 0,1% em maio e o PCE Real caiu 0,4%. O índice de bens caiu 1,6% e o de Serviços avançou 0,3%. O índice de preços PCE avançou 0,6%. Excluindo alimentos e energia, o índice de preços PCE subiu 0,3%.

Conforme o relatório, a alta da renda pessoal refletiu, principalmente, os ganhos de remunerações e renda dos proprietários que foram parcialmente compensados ​​por um corte dos benefícios sociais do governo.

Sobre a remuneração, o aumento refletiu alta dos salários e para os setores privado e do governo. O aumento da renda dos proprietários foi liderado pela renda não agrícola.

Já o corte dos benefícios sociais do governo refletiu, principalmente, na queda de  “outros” benefícios que foi parcialmente compensada por aumentos no Medicaid e Medicare. Dentro de “outros” benefícios, a diminuição refletiu principalmente um declínio nas transferências para prestadores de serviços de saúde sem fins lucrativos por meio do Provider Relief Fund.

As despesas pessoais subiram US$ 38,3 bilhões em maio. A poupança pessoal foi de US$ 1,01 trilhão em maio e a taxa de poupança pessoal – poupança pessoal como porcentagem da renda pessoal disponível – foi de 5,4%.

*Tradução ID do relatório dos EUA

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.