Ibovespa recua 1,15% com bancos centrais e seus juros

Volume financeiro ficou em R$28,54 bilhões

O Ibovespa começou o mês de maio no vermelho, na sequência da queda forte de abril em 10,1%. Como nos demais mercados, as expectativas estão elevadas para as decisões dos bancos centrais, Estados Unidos e Brasil, na quarta-feira (04/05).

Os juros futuros subiram, com a reprecificação dos ativos globais, com menos liquidez nos mercados por conta da cautela para o aperto monetário.

O lado positivo neste pregão ficou para a Braskem, com a notícia do “O Globo” de que a J&F está com apetite para compra da companhia. Outra informação relevante ficou para a possibilidade do empresário Abílio Diniz comprar o Pão de Açúcar. As ações dispararam (Ver abaixo).

Por fim, a temporada de balanços financeiros do primeiro trimestre também está no foco dos investidores.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 1,15% aos 106.638 pontos. O índice financeiro recuou 1,26% aos 9.946 pontos. O índice de materiais básicos ficou em alta de 0,10% aos 5.738 pontos. O volume financeiro ficou em R$28,54 bilhões.

Destaques com ganhos
P. Açúcar – CBD ON (PCAR3), alta de 4,87%; JHSF Part. ON, alta de 5,03%; Suzano ON (SUZB3), alta de 2,94%; Braskem PNA (BRKM5), alta de 2,31%; e CSN Mineração ON (CMIN3), alta de 2,10%.

Operaram com perdas
Azul PN (AZUL4), queda de 7,19%; GOL PN (GOLL4), queda de 5,98%; PetroRio ON (PRIO3), queda de 5,81%; Banco Pan PN (BPAN4), queda de 6,09%; ER Petroleum ON (RRRP3), queda de 5,10%.

Mais negociadas
Vale ON (VALE3), queda de 0,44%; Petrobras PN (PETR4), queda de 0,99%; Bradesco PN (BBDC4), queda de 0,06%; B3 ON (B3SA3), queda de 3,76%; Itaú Unibanco PN (ITUB4), queda de 0,44%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 02 de maio de 2022 a 02 de setembro de 2022, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice foram: Vale ON (15,582%), Itaú Unibanco PN (5,661%), Petrobras PN (6,864%), Petrobras ON (4,492%) e Bradesco PN (4,606%).

Commodities

O preço do barril do Brent, com contrato futuro para junho de 2022, ficou estável a US$107,57 em Londres.

O barril do WTI, com contrato futuro para junho de 2022, ficou em alta de 0,38% a US$105,09 em Nova York.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de Trade 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.