Gasolina sobe 5,1% e Diesel 14,2%

Estratégia permitiu manter o preço do GLP

Depois de 99 dias, a Petrobras anunciou os novos preços dos combustíveis. O preço médio da gasolina para as distribuidoras sai de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro, ou seja, 5,1%. O último ajuste ocorreu em 11 de março.

Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,81, em média, para R$ 2,96 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,15 por litro.

Diesel e os novos preços

Para o diesel, depois de 39 dias, o preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro, alta de 14,2%. O último ajuste ocorreu em 10 de maio.

Considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 4,42, em média, para R$ 5,05 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,63 por litro.

“É importante reforçar que a Petrobras é sensível ao momento em que o Brasil e o mundo estão enfrentando e compreende os reflexos que os preços dos combustíveis têm na vida dos cidadãos”, diz a petroleira. Essa estratégia permitiu à Petrobras manter preços de GLP estáveis por até 152 dias.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.