FECHAMENTO: Recuperação dos Mercados com balanços financeiros

Ibovespa ficou em alta de 1,05% aos 109.349 pontos

A recuperação nos mercados de ações ficou por conta dos balanços financeiros. Antes das reuniões dos bancos centrais, em especial o Federal Reserve, os investidores decidiram partir para as compras.

Os fatores de atenção permanecem os mesmos, mas com dois agravantes: a Covid-19 na China e o conflito no Leste Europeu.

A bolsa de Nova York fechou em ligeira alta, com apenas o Nasdaq estável com os números das empresas de tecnologia. As da Europa voltaram para o azul, mesmo com ganhos moderados. As asiáticas ficaram sem direção. E, por fim, a bolsa brasileira também avançou.

O dólar ficou em queda frente ao real. O índice DXY na bolsa de Nova York ficou acima dos 100 pontos.

Acompanhe os desempenhos dos mercados:

Ásia: o índice Xangai ficou em alta de 2,49% aos 2.958 e o Shenzhen Composite ficou em queda de 3,94% aos 1.821. O Topix ficou em queda de 0,94% aos 1.860.

Europa: o FTSE MIB, bolsa de Milão, ficou em alta de 0,63% aos 23.830. O CAC-40, Paris, em alta de 0,48% aos 6.445. O DAX-30, bolsa de Frankfurt, subiu 0,27% aos 13.793.

Estados Unidos: o Dow Jones subiu 0,19% aos 33.301. O S&P ficou em alta de 0,21% aos 4.183. O Nasdaq ficou estável aos 12.488.

Brasil: o Ibovespa ficou em alta de 1,05% aos 109.349 pontos. O índice financeiro ficou em queda de 0,28% aos 10.306 pontos. O índice de materiais básicos ficou em alta de 3,05% aos 5.755 pontos.

Moedas: o dólar ficou em queda de 0,47% aos R$4,967 para a venda. O turismo ficou em queda de 0,29% aos R$5,155 para a venda. O euro caiu 1,26% aos R$5,244 para a venda.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de ENTRAR NO CANAL DO TELEGRAM: Acesse

Já pensou em investir 1 mil reais e transformar isso em 1,900 reais? Quer saber como? Acesse aqui

você pode gostar também

Comentários estão fechados.