FECHAMENTO: Peso da Inflação dos EUA

Ibovespa fechou em queda de 0,69% aos 116.146

O peso da inflação dos Estados Unidos promoveu sell-off no mercado acionário global nesta terça-feira. A maioria dos analistas aposta que a alta na taxas de juros pelo Federal Reserve será mais agressiva.

Hoje, a inflação da Alemanha também veio alta (7,3%) em março. Na análise, o número ficou no nível mais alto desde a reunificação alemã.

Índice igual foi registrado no antigo território da República Federal, ou seja, no outono de 1981. Naquele ano, o mundo acompanhava os preços do petróleo mineral subindo forte como resultado da primeira guerra do Golfo – Irã e Iraque.

Ainda nas mesas de negociações, as expectativas estavam elevadas para o início da temporada de resultados financeiros do terceiro trimestre de 2022. Quem faz a estreia amanhã é o JP Morgan.

Sabe que investir é bem importante? Quer saber mais?  É só clicar aqui

De volta aos mercados, a bolsa de Nova York fechou em queda. As bolsas europeias caíram, embaladas pelas ações dos grandes bancos. Na Ásia, os investidores olharam ainda para a inflação da China e para a suspensão, em parte, do lockdown. E, por aqui, a bolsa brasileira acompanhou os pares.

O dólar ficou em queda na B3. O índice DXY rompeu os 100 pontos na bolsa de Nova York.

Acompanhe o comportamento das bolsas  globais

Ásia: o Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em queda de 0,67% aos 26.550. O Hang Seng, bolsa de Hong Kong, subiu 0,52% aos 21.319. O XJO, bolsa de Sidney, ficou em queda de 0,42% aos 7.454.

Europa: o FTSE100, bolsa de Londres, caiu 0,55% a 7.576. O CAC-40, Paris, ficou em queda de 0,28% aos 6.537. O DAX-30, bolsa de Frankfurt, caiu 0,48% aos 14.124.

Estados Unidos: o Dow Jones recuou 0,26% aos 34.220. O S&P ficou em queda de 0,34% aos 4.397. O Nasdaq ficou em queda 0,30% aos 13.371.

Brasil: o Ibovespa fechou em queda de 0,69% aos 116.146. O índice financeiro ficou em queda de 1,70% aos 10.840. O índice de materiais básicos caiu 0,52% aos 6.235.

Moedas: o dólar caiu 0,29% aos R$4,677 para a venda. O turismo ficou em queda de 0,49% aos R$4,833 para a venda.

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.