FECHAMENTO: Commodities e Fed pesam nas ações

Ibovespa fechou em queda de 0,16% aos 99.522 pontos

Os principais mercados de ações fecharam em campo negativo. O peso ficou com presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, fazendo um balanço ao Comitê Bancário do Senado americano sobre as decisões adotadas durante os últimos seis meses.

Apesar de considerar o empenho do banco central em conter a inflação e, ao mesmo tempo, o ritmo da economia, Powell disse que não descarta uma recessão. Isso ocorre porque o Fed está sendo obrigado a elevar as taxas de juros em curto prazo e em níveis mais agressivos. “Certamente é uma possibilidade, mas não é o resultado pretendido”, ponderou e completou: “nossa meta é atingir a inflação ainda esse ano em 2%”.

Outro ponto de atenção nos mercados ficou com as commodities, em especial com o preço do minério de ferro caindo depois que a demanda na China desacelerou com a onda de Covid-19. Além disso, o país está enfrentando altas temperaturas e registrando aumento no consumo de energia elétrica.

Nesta sessão, os preços do petróleo caíram na bolsa de Londres e Nova York. A Agência de Energia americana transferiu para sexta-feira (24/06) a divulgação dos estoques de petróleo da semana passada.

Diante dessas declarações, os índices de Wall Street fecharam em campo negativo. Já as bolsas europeias foram impactadas pelas commodities. As bolsas asiáticas ficaram no negativo. Já a bolsa brasileira renovou a queda.

O dólar ficou em alta, mas sem força para romper os R$5,20.

Acompanhe o resumo dos mercados

Ásia: o Kospi, bolsa de Seul, ficou em queda de 2,74% aos 2.342. O Sensex, bolsa de Mumbai, ficou em queda de 1,35% aos 51.822.

Europa: o CAC-40, bolsa de Paris, ficou em queda de 0,81% aos 5.916 pontos. O DAX-30, bolsa de Frankfurt, ficou em queda de 1,11% aos 13.144 pontos.

Estados Unidos: o Dow Jones caiu 0,15% aos 30.483 pontos. O S&P recuou 0,13% aos 3.759 pontos. O Nasdaq caiu 0,15% aos 11.053 pontos.

Brasil: o Ibovespa fechou em queda de 0,16% aos 99.522 pontos.

Moedas: o dólar ficou em alta de 0,45% a R$5,177 para a venda. O turismo subiu 0,18% aos R$5,375 para a venda.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.