Campo de Búzios atinge recorde de produção em 616 mil bpd

Campo do pré-sal chega na eficiência operacional de 95%

A Petrobras (PETR4) anunciou nesta manhã que, em junho deste ano, a produção média mensal bateu os 616 mil barris de petróleo por dia (bpd) no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos. É o maior volume de produção média mensal já atingido pelo campo desde que ele começou a operar, em abril de 2018, representando uma eficiência operacional de 95%.

Do total produzido, a Petrobras responde por 91,7% desse volume (564 mil bpd) e os demais parceiros, por 8,3% (51 mil bpd). O resultado foi atingido com a contribuição das quatro plataformas em operação no campo: P-74, P-75, P-76 e P-77.

Nova plataforma em 2023

A companhia prevê colocar em produção a quinta plataforma do campo de Búzios, o FPSO Almirante Barroso, em 2023. A unidade terá capacidade de produzir até 150 mil bpd e processar até 6 milhões de m³ de gás. Com o novo sistema, a perspectiva é que o campo de Búzios atinja a marca de 33% da produção de óleo da Petrobras, em 2026.

Mais sobre a Petrobras

Na noite desta segunda-feira, a companhia informou que entrou em operação o contrato do Sistema Integrado de Processamento (SIP) celebrado com a Petrogal Brasil.

O contrato prevê o acesso da Petrogal às unidades de processamento de gás, de propriedade da Petrobras localizadas nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, ligadas ao Sistema Integrado de Escoamento (SIE).

A implantação do SIP permite que as empresas produtoras de gás no Brasil possam comercializar seus volumes diretamente a seus clientes. Esse movimento faz parte de um conjunto de ações que viabiliza a diversificação dos agentes, resultando em aumento da concorrência, em cumprimento aos compromissos assumidos pela Petrobras junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) em 2019.

“A entrada em operação do contrato da Petrogal é mais um marco na abertura do mercado de gás natural do Brasil e demonstra o comprometimento dos parceiros e demais agentes envolvidos em contribuir para o desenvolvimento de um mercado competitivo e sustentável no país. No futuro, outras empresas produtoras de gás natural poderão aderir ao SIP”, disse a companhia no comunicado.

Acompanhe mais informações no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.