TIM (TIMS3) e Pague Menos (PGMN3) estão nas análises da Genial

Números dos segundo trimestre estão agradando

A safra de resultados financeiros doméstica segue a todo vapor, com as casas de análises apreciando os números e seguindo com as recomendações.

Para hoje, a equipe da Genial Investimentos selecionou os dados da TIM (TIMS3), Pague Menos (PGMN3), entre outras, para as devidas indicações.

TIM (TIMS3)

“Os principais pontos a serem destacados foram: 1) o crescimento de receita puxado sobretudo pelos serviços móveis, já incorporando parte da nova base da Oi Móvel; 2) expansão dos custos em ritmo inferior à da receita, impactada pelas pressões inflacionárias, maiores gastos com rede, propaganda e marketing e as questões envolvendo a Oi Móvel. Porém, como parte dos custos adicionais se tratam de questões pontuais, acreditamos que quando as sinergias se fizerem presentes, a empresa apresentará números mais robustos. A julgar pelo contexto, avaliamos o observado no trimestre como algo positivo.”

A recomendação é COMPRA ao preço atual de R$12,47%, preço-alvo de R$18,00 e potencial de 44,35%.

Pague Menos (PGMN3)

“A Pague Menos teve um trimestre de difícil ingestão, com um desempenho de vendas mais fraco durante o período. Margem ao invés de crescimento, a Pague Menos precisou equilibrar na balança e segurar o crescimento de seu “top line” em detrimento da sua rentabilidade. Avaliamos o resultado como NEUTRO e mantemos a recomendação YE22 de R$ 11.”

A recomendação é de COMPRA ao preço atual de R$4,51, preço-alvo de R$11,00 e potencial de 43,90%.

Movida (MOVI3)

“A Movida reportou os resultados abaixo das nossas expectativas no 2T22. No geral, o resultado operacional segue muito forte, com a empresa apresentando mais um trimestre de crescimento. Nas linhas de cima os resultados vieram em linha com o esperado, porém, nas linhas de baixo observamos um lucro inferior às nossas expectativas. A compressão de margem líquida ocorreu devido às altas despesas financeiras, decorrentes da elevação da alta taxa de juros. A compressão no lucro também reflete o aumento nos custos com depreciação, devido ao maior percentual de carros novos na frota. Com o estoques de carros mais velhos se reduzindo é natural que vejamos patamares crescente de depreciação.”

A recomendação é de COMPRA ao preço de R$13,01, preço-alvo em R$21,00 e potencial de 61,41%.

Porto (PSSA3)

“Esperamos mais um resultado fraco de Porto no 2T, com uma queda no lucro de 5,6% t/t e 56,5% a/a. O resultado deve ser prejudicado pela continuidade da elevada sinistralidade e resultado financeiro novamente fraco, já publicados dois meses do trimestre nos dados da Susep (regulador das seguradoras). As dinâmicas mais recentes vêm frustrando as nossas expectativas, já que o nosso cenário base era de uma gradativa recuperação do resultado t/t no 2T22 rumo a um 2S22 robusto.”

A recomendação é de COMPRA ao preço de R$18,52, preço-alvo de R$24,60 e potencial de 32,83%.

Acompanhe mais destaques dos mercados também nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.