BITCOIN: Alta histórica de mais de 40%

Na semana passada o Bitcoin chegou a disparar mais de 40% em um único dia. Passou de US$ 7,5 mil para mais de US$ 10 mil rapidamente.

Atualmente está cotada em US$ 9,3 mil. Mais uma vez a moeda digital ganhou o noticiário e investidores, voltaram a especular sobre a subida continuar em um ritmo acelerado.

Entretanto, diferente do dólar, petróleo ou bolsa de valores, que também são investimentos de renda variável, com um cripto ativo é impossível saber com precisão os motivos das oscilações. O que se tem são especulações e possibilidades.

“O ser humano continua atrás da fórmula mágica para ficar rico. A gente ganha dinheiro trabalhando e empreendendo”, explica Fabrizio Gueratto, Financista do Canal 1Bilhão Educação Financeira.

Confira abaixo os possíveis motivos:

Bitcoin e Bolckchain:

 Junto com o Bitcoin (BTC), a mãe das criptomoedas, nasceu também o blockchain, tecnologia que permite que novas transações sejam registradas, porém, as anteriores não permitem que ninguém mude. Até agora ninguém conseguiu hackear o blockchaim.

Muitos dizem que este é o grande legado do Bitcoin. Hoje, por exemplo, o blockchain poderia facilmente substituir os cartórios. Agora, 3 dias atrás, o presidente chinês Xi Jinping colocou como prioridade do país o desenvolvimento do blockchain como forma de desenvolver a indústria.

Diferente dos Estados Unidos, a China, a segunda maior potência mundial, enxerga as novas moedas digitais como aliadas e não como inimigas.

Argentina:

 A crise argentina que já dura anos, deve ser agravada com a eleição de um candidato de esquerda. Atualmente, os argentinos podem comprar no máximo US$ 200 dólares por mês. Isso é uma forma do governo tentar segurar a força a cotação do peso em relação ao dólar.

Neste cenário, com medo do caos que pode estar se aproximando, muitos argentinos estão correndo para outros ativos, entre eles, o Bitcoin, que, apesar da volatilidade, possui alta liquidez. Os argentinos enxergam o Bitcoin como uma reserva de valor, assim como o ouro e o dólar.

Contratos Futuros:

 No mesmo dia em que o Bitcoin disparou, na última sexta-feira, ocorreu também a liquidação dos contratos futuros da moeda digital na CME. Os contratos são sempre liquidados na última sexta-feira do mês. Contrato futuro nada mais é do que uma aposta.

Alguns apostam que a moeda subirá em quantos outros que cairá. No dia do vencimento é preciso honrar as apostas e uma ponta tem lucro e a outra prejuízo.

Pode ter sido uma coincidência, mas devido a falta de regulação, investidores interessados na subida da moeda podem ter inflado os preços. Entretanto, este não é um comportamento usual. Na maioria das vezes, durante o vencimento dos contratos, não existem forte oscilações.

Tendência de alta do Bitcoin:

 É importante ficar atento aos analistas de criptomoedas, que quase sempre enxergam uma tendência de alta.

“Raramente nós vemos um especialista em Criptomoedas prevendo que a cotação deverá cair nos próximos dias. Quem quer ter criptomoeda como uma reserva de valor ou diversificação, não deve ficar olhando o que ocorre diariamente com a cotação”.

Leia também: BITCOIN- É SEGURO INVESTIR?

Um comentário em “BITCOIN: Alta histórica de mais de 40%

  • em
    Permalink

    Boa noite,

    Tenho muito interesse em investir em bitcoins, porem um pouco de receio também…
    Amigos meus estão investindo porem eles usam a plataforma DD corporation e isso me parece pirâmide, o que me diz?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.