Wall Street avança com Fed: o Nasdaq sobe 3,1%

Federal Reserve eleva juros entre 0,75% a 1%

Os índices de peso na bolsa de Nova York reforçaram as altas na reta final, mesmo com a decisão Federal Reserve em elevar as taxas de juros.

Ao final, o Dow Jones subiu 2,81% aos 34.061. O S&P ficou em alta de 2,99% aos 4.300. O Nasdaq ficou em alta de 3,19% aos 12.964.

Os rendimentos do Treasuries de 10 anos recuaram 4,3 bps a 2,9170%.

O tom do presidente do Fed, Jerome Powell, foi o mesmo das últimas apresentações, ou seja, seguir com o aperto monetária para trazer a inflação para o centro da meta dos 2%.

O pleno emprego, a robustez da economia americana e a preocupação com o cenário global diante da guerra na Ucrânia também foram citados no comunicado do Comitê de Mercado Aberto, Fomc e detalhados na fala de Powell. Entretanto, a declaração de que o Comitê não tem pretensão em elevar a taxa em 0,75 pontos-base nas próximas reuniões era tudo que os investidores esperavam ouvir.

O Fed também anunciou que a partir de 1º de junho, começaria o aperto quantitativo, ou a retirada de ativos do balanço de US$ 9 trilhões do banco central. Com isso, o Fed permitirá que até US$ 47,5 bilhões por mês em títulos combinados do Tesouro dos Estados Unidos e títulos lastreados em hipotecas saiam do balanço. Esse ritmo aumentará para US$ 95 bilhões depois de setembro.

A alta de hoje em 0,50 pontos-base é a primeira desde 2000. O último aumento trouxe a meta para a taxa dos fundos federais entre 0,75% e 1,00%, em comparação com a faixa atual entre 0,25% e 0,50%.

Nos Estados Unidos, o déficit de bens e serviços ficou em US$ 109,8 bilhões em março, alta de US$ 20,0 bilhões em relação aos US$ 89,8 bilhões de fevereiro.

As exportações de março ficaram em US$ 241,7 bilhões, US$ 12,9 bilhões a mais do que as exportações de fevereiro. As importações de março ficaram em US$ 351,5 bilhões, US$ 32,9 bilhões a mais do que as importações de fevereiro. Os dados são do Census.

O S&P Global mostrou que o Índice de Atividade de Negócios de Serviços – PMI ficou em 55,6 em abril, abaixo dos 58,0 em março, mas acima da estimativa ‘flash’ divulgado anteriormente de 54,7. O PMI Composto ficou em 56,0 em abril, abaixo dos 57,7 em março.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de Trade 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.