Vibra (VBBR3) cria a Ventures

Proposta é investir em startups e scale-ups

A Vibra (VBBR3) segue inovando e está criando o Vibra Ventures, um Corporate Venture Capital, para investir em startups e scale-ups. A iniciativa visa oportunidades e tecnologias inovadoras complementares à área de atuação da companhia ou ainda novos negócios, produtos e serviços.

A Vibra vai injetar inicialmente R$90 milhões para o fundo e pretende acelerar e impulsionar processos de inovação aberta, estimulando o empreendedorismo em áreas como transição energética, mobilidade, conveniência, varejo e meios de pagamentos.

Os investimentos alinhados com o objetivo de disponibilizar para seus clientes uma plataforma multienergia, com a entrada de novas fontes limpas e renováveis, contribuindo para a transição energética e descarbonização dos negócios.

O prazo de investimento será de cinco anos e prevê mais cinco para desinvestimento. Os aportes serão realizados em negócios em estágio inicial (Mix Seed) e mais estruturados (Series A), objetivando um portfólio de oito a 12 empresas, além de participação em cotas de outros fundos setoriais, incluindo internacionais para acesso a mercados como do Vale do Silício e Israel.

“Estamos criando um veículo para o crescimento da inovação aberta na companhia. A presença minoritária da Vibra em startups e scale-ups vai colaborar na construção do futuro da Vibra dentro da busca pela transição energética e na evolução constante da jornada e experiência de nossos clientes. Porém, vamos além disso, queremos estar em diferentes mercados, vamos em busca de energytechs, cleantechs, fintechs, mobtechs, retailtechs, entre outros segmentos”, afirma o vice-presidente de tecnologia e digital da Vibra, Aspen Andersen.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.