Presidente do BCB vai discutir a greve

Expectativa e encerrar a greve dos servidores

O presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, vai participar de reunião com representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Federais e da Associação dos Nacional do Analistas para discutir a greve.

Os servidores cruzaram os braços no início deste mês reivindicando um reajuste salarial de 26,3%. Com isso, o governo federal sinalizou conceder aumento linear de 5% e que seria integrado aos salários entre os meses de junho e julho. Contudo, ainda existem dúvidas sobre essa porcentagem, já que o impacto no Orçamento da União seria de R$12,3 bilhões em 2023. A proposta não foi aceita pela categoria.

Para investir é só clicar aqui 

Indicadores econômicos, como o Boletim Focus, IBC-BR, entre outros, estão com as divulgações comprometidas pela greve que é por tempo indeterminado.

Mais Categorias

Outras categorias de âmbito federal também estão discutindo uma paralisação, como os policiais federais. As reivindicações estão voltadas para a reposição da inflação, reestruturação de carreiras, entre outros benefícios.

A Receita Federal está em operação padrão desde o final do ano passado.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.