Polo Peroá é da 3R Petroleum (RRRP3)

Companhia está com 70% do ativo e o restante é da DBO Energia

A ANP aprovou o contrato de concessão dos campos de produção de Peroá e Cangoá e do Bloco BM-ES-21 (Malombe), que formam o Polo Peroá, da Petrobras à 3R Petroleum Offshore, subsidiária em que a companhia tem participação de 70%, juntamente com a DBO Energia, que detém os 30% remanescentes.

Com a aprovação,  a 3R Offshore passou a operar o ativo desde ontem (02/08). O valor total da transação é de US$ 55 milhões, sendo US$ 5 milhões pagos na assinatura do contrato; US$ 8,07 milhões (R$ 41,94 milhões) pagos ontem; e US$ 42,5 milhões em pagamentos contingentes previstos em contrato.

Mais sobre o Polo Peroá

Localizado na costa do Estado do Espírito Santo, o Polo Peroá registrou produção média de aproximadamente 763 mil m³/dia de gás natural e 225 bbl/dia de óleo em 2021, totalizando aproximadamente 5.025 barris de óleo equivalente por dia.

O ativo conta com uma plataforma não habitada e tem sua operação realizada de forma remota através de uma sala de controle em Vitória. A produção do Polo é escoada através de dutos para Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas, localizada no município de Linhares, Espírito Santo.

A certificação de reservas do Polo, atualizada pela GaffneyCline com data base de fevereiro de 2021, indica um volume de reservas provadas mais prováveis (2P) de 23,9 milhões de barris de óleo equivalente para o ativo, 98% referem-se a reservas de gás natural e 90% são classificadas como provadas (1P).

Com o fechamento da transação a plataforma do ativo passa a ser denominada 3R – 1, marcando o início das operações offshore da Companhia. O Polo Peroá representa um incremento significativo na produção de gás da 3R, fortalecendo o posicionamento da Companhia como player independente na indústria, com portfólio diversificado em produção de óleo e gás e representatividade nacional ao assumir operações em mais um
Estado produtor.

Acompanhe mais destaques dos mercados também nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.