Petrobras (PETR4) vende ativos de E&P

Valor do negócio é de US$ 75 milhões

A diretoria Executiva da Petrobras (PETR4) deu sinal verde para a venda da totalidade de sua participação nos conjuntos de concessões marítimas, Polo Golfinho e Polo Camarupim, em águas profundas no pós-sal. Os ativos estão localizados na Bacia do Espírito Santo e tem como compradora a BW Energy Maromba do Brasil (BWE). A assinatura do contrato de compra e venda e as etapas subsequentes serão divulgadas ao mercado oportunamente.

O valor total da venda é de até US$ 75 milhões, sendo US$ 3 milhões pagos na data de assinatura dos contratos de compra e venda, US$ 12 milhões a serem pagos no fechamento da transação e até US$ 60 milhões em pagamentos contingentes, a depender das cotações futuras do Brent e desenvolvimento dos ativos.

Os valores não consideram os ajustes devidos até o fechamento da transação, que está sujeito ao cumprimento de certas condições precedentes, tais como a aprovação pelo CADE e pela ANP.

Polo Golfinho e Camarupim

O Polo Golfinho está localizado em lâmina d’água entre 1.300 m e 2.200 m, compreendendo os campos de Golfinho, produtor de óleo, e Canapu, produtor de gás não associado, e o bloco exploratório BM-ES-23.

O Polo Camarupim está localizado em lâmina d’água entre 100 m e 1.050 m, compreendendo os campos unitizados de Camarupim e Camarupim Norte, ambos de gás não associado.

A Petrobras tem 100% de participação nos conjuntos de concessões dos Polos Golfinho e Camarupim, com exceção do bloco exploratório BM-ES-23, em que possui participação majoritária de 65%, em parceria com a PTTEP (20%) e INPEX (15%). A Petrobras é a operadora em todas as concessões.

A produção total média do campo de Golfinho de janeiro a maio de 2022 foi de 8,6 mil bpd de óleo e 90 mil m3/dia de gás. As demais áreas não se encontram em produção.

Gostou deste conteúdo e qu3er saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

 

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.