Pesquisa modalmais: Lula venceria Bolsonaro em todos os cenários

Saída de João Doria não alterou a opinião dos eleitores

A equipe de analistas do modalmais preparou uma pesquisa bem detalhada com amostra do tipo não probabilística e contemplou 2.000 entrevistas, com margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos e confiabilidade de 95%. A 11ª edição da Pesquisa Eleições Presidenciais foi divulgada, nesta quinta-feira, em live promovida pelo Banco Modal.

As entrevistas foram realizadas entre os dias 16 e 19 de maio de 2022, por meio de técnica de abordagem CATI (entrevista telefônica assistida por computador), respeitando os critérios de aleatoriedade e das proporções populacionais, de sexo, idade e estado de moradia, tendo como unidade respondente eleitores do Brasil. A pesquisa é de responsabilidade do economista José Luiz Soares Orrico e da estatística Priscila Pagung de Aquino L. Campos.

Polarização

Manutenção da polarização eleitoral entre o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex- presidente Lula (PT). Nesta edição, Lula (PT) aparece como favorito.

Os eleitores apontam como o que mais preocupa e dá medo é a “continuidade do Governo” e “a volta do PT”. Estes índices são indicativos da polarização eleitoral.

Lula X Bolsonaro

Lula (PT) vence em todos os cenários do 2º Turno. No cenário Jair Bolsonaro (PL) versus Ciro Gomes (PDT), nesta edição, há um empate entre os candidatos.

A saída João Doria (PSDB) como pré-candidato, não apresenta grandes impactos nos resultados, pois, como mostra a pesquisa, Doria tinha, juntamente com outros candidatos da 3ª via, baixa densidade eleitoral.

Ciro Gomes (PDT) é o pré-candidato apontado como 2ª opção de voto.

O principal tema para a população neste momento do processo eleitoral é a Economia, sendo o “Combate a Fome” a prioridade entre os eleitores.

Jair Bolsonaro e a rejeição

O presidente Jair Bolsonaro (PL) apresenta o maior índice de rejeição, seguido de Lula (PT). A avaliação do Governo Federal e do presidente Jair Bolsonaro (PL), segue com índices Ruim + Péssimo maiores que Ótimo + Bom.

A percepção de que a vida piorou do ano passado até o presente momento é maior que a percepção de melhora.

Maioria dos entrevistados são contrários a privatização da Petrobras e acreditam que se ocorrer, o preço do combustível será maior.

Eleições 2022: Intenção Espontânea

Se a eleição fosse hoje para presidente da República, em quem você votaria?

Lula ficaria com 37,6%; Bolsonaro ficaria com 34,4%;

Ciro Gomes ficaria com 2,2%;

João Doria (que durante a pesquisa ainda estava candidato) teria 0,6%;

André Janones teria 0,4%; Simone Tebet ficaria com 0,2%; Luciano Bivar teria 0,1%, juntamente com Felipe D’Avila. Leonardo Péricles não pontuaria. Em outros candidatos, o resulta foi de 0,8%. Indecisos ou que não responderam eram 18,1%. Brancos/Nulos eram 5,4%.

No caso de um 2º turno

Se tiver um 2º turno e os candidatos a disputar fossem Jair Bolsonaro e Lula, em quem você votaria?

49,0% dos eleitores disseram que votariam em Lula;

40,8% votariam em Bolsonaro;

2,8% os que não responderam ou estavam indecisos somaram 2,8%; e

7,4% disseram que deixariam em branco ou anulariam o voto.

Um dos números interessantes da pesquisa diz respeito ao interesse dos eleitores para pleito de outubro: 28,6% disseram que estavam muito interessados; 37,1% disseram que estavam interessados; 21,7% pouco interessados; 10,2% não tinham interesse; e 2,3% não quiseram ou não sabiam responder.

Sobre a Pesquisa

Período de coleta dos dados: 16 a 19 de maio de 2022.

Técnica de abordagem: CATI (entrevista telefônica assistida por computador).

280.147 tentativas de contato por telefone | 35.534 ligações atendidas.

Entrevistas realizadas com pessoas de 803 municípios do Brasil.

TSE e o Registro

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-05658/2022.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não esqueça de clicar aqui

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.