Movida (MOVI3) fica com lucro líquido de R$258 mi no 1T22

Ebitda ficou em  R$ 863,1milhões

A Movida (MOVI3) anunciou o balanço financeiro do primeiro trimestre de 2022. O destaque ficou com a receita bruta de R$2 bilhões, que a companhia justifica como recorde (139% ao ano) por conta das receitas advindas de aluguéis de carros, que alcançou R$666 milhões no 1T22 (+61% a.a. e +6,3% t.t.).

O Ebitda ficou em  R$ 863,1milhões(+183%a.a.), com um lucro líquido de R$258,1 milhões(+136%a.a.)

Houve repasse do custo de capital, que refletiu no valor da diária média por carro, alcançando R$127,50 no 1T22, aumento da frota e volume de diárias.

A empresa fechou o 1T22 com 401 pontos de atendimentos espalhados pelo país (número de lojas + pontos de atendimentos) e uma frota média de 407 carros por loja e 356 carros por ponto de atendimento.

Para o segmento de GTF (gestão e terceirização de frotas) a MOVI3 entregou crescimento de 140% a.a., reflexo da incorporação da CS Frotas em 2021, aumento de 26% no ticket médio do segmento (aumento de novos contratos com repasses mais apropriados) e crescimento do Movida ZeroKm.

O segmento de seminovos viu o maior crescimento do período, com 255% a.a. e uma receita líquida de R$974 milhões, refletindo o aumento de 24% no preço médio dos carros vendidos e um número de carros vendidos 184% maior que no ano anterior.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de ENTRAR NO CANAL DO TELEGRAM: Acesse

Já pensou em investir 1 mil reais e transformar isso em 1,900 reais? Quer saber como? Acesse aqui

você pode gostar também

Comentários estão fechados.