Lucro da Cogna (COGN3) avança R$55,3 milhões

EBITDA recorrente cresceu 23,9%

A Cogna (COGN3) anuncia os resultados referentes ao primeiro trimestre de 2022 (1T22). O lucro líquido ajustado alcança patamar positivo e relevante de R$ 55,3 milhões, valor é 58,7% maior que o de 1T21 (+R$ 20,4 milhões). O resultado positivo ocorre apesar de aumento de R$159 milhões em custo de dívidas motivado por aumentos da taxa Selic entre 1T21 e 1T22.

A receita liquida subiu 6,4% (+ R$71 milhões), refletindo resultado positivo de Vasta que supera em R$99,7 milhões a receita líquida do 1T21 em função do excelente ciclo comercial performado pela empresa em 2021 e na retomada financeira das escolas privadas K-12

O EBITDA recorrente cresceu 23,9% (+R$77,6 milhões) acompanhado de ampliação de margem em 480bps. Resultado reflete o direcionamento estratégico asset light que fomenta maior qualidade de receita e margem de contribuição na Kroton. Vale destacar a redução expressiva das linhas não recorrente, impulsionando o EBITDA em 27,2% (+ R$ 91,6 milhões) e ganho de 590 bps na margem no comparativo entre 1T22 e 1T21.

Geração de caixa operacional pós-Capex (GCO): consistência na geração positiva posiciona Cogna como destaque perante o setor. O 1T22 alcança R$ 178,3 milhões de GCO e representa crescimento de R$ 116,7 milhões vs. 1T21 divulgado, expurgado antecipações de cartão de crédito ocorridas à época.

Dívida líquida- EBITDA Recorrente dos últimos 12 meses: Cogna encerra o 1T22 com a relação da dívida líquida -EBITDA dos últimos 12 meses em 2,15x. Valor é saudável e levemente inferior ao valor apresentado de 2,16x no 4T21.

A companhia realiza teleconferência às 10h para detalhar o desempenho.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de Trade 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.