Ibovespa mergulha 2,3% com Wall St.

Volume financeiro ficou em R$33,86 bilhões

Se a busca pelos 110 mil pontos era previsível na sessão anterior, hoje, o cenário ficou um pouco diferente. A bolsa de valores de São Paulo fechou em queda livre e o investidor liquidou como em Wall Street.

Aqui, como nos demais mercados, os radares estão voltados para os bancos centrais e para a inflação global “galopante”.

Nesta quarta-feira, o que se viu foi a inflação da Europa avançando e, ao mesmo tempo, despertando  ainda mais a preocupação de uma decisão agressiva por parte do Banco Central Europeu – BCE.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 2,34% aos 106.247 pontos. O volume financeiro ficou em R$33,86 bilhões, em dia de vencimento de opções sobre o IBOV.

“O Ibovespa encerrou o dia em queda e acompanhando o mergulho da bolsa de Nova York. A preocupação está elevada com o impacto da inflação nos lucros das empresas e do efeito do aperto monetário no crescimento econômico. Por aqui, a Eletrobras (ELET3) interrompeu uma sequência de quatro altas seguidas, à espera da aprovação da privatização pelo TCU. VALE3 caiu pelo segundo dia, com o minério de ferro recuando  pelo relato de novo aumento de casos de Covid na China”, destacou a equipe de analistas da Terra Investimentos.

A atenção também está voltada para a saída de capital estrangeiro. A bolsa registrou na segunda-feira o primeiro dia de entrada de fluxo estrangeiro em ações desde 20 de abril. Em 10 pregões, a saída de fluxo somava R$11,12 bilhões até a segunda-feira. Naquele dia, a entrada foi de R$194,73 milhões. No acumulado do ano, o resultado é negativo em  R$12,7 bilhões.

Destaques com ganhos
Locaweb ON (LWSA3), alta de 13,95%; Hapvida ON (HAPV3) alta de 4,45%; Ecorodovias ON (ECOR3), alta de 2,27%; Eneva ON (ENEV3), alta de 0,14%; Taesa UNT (TAEE11), alta de 0,64%.

Operaram com perdas
Banco Inter UNT (BIDI11), queda de 8,62%; Ultrapar ON (UGPA3), queda de 7,71%; Dexco ON (DXCO3), queda de 6,43%; Sid. Nacional ON (CSNA3), queda de 5,82%; MRV ON (MRVE3), queda de 5,51%.

Mais negociadas
Vale ON (VALE3), queda de 2,53%; Petrobras PN (PETR4), queda de 1,64%; Hapvida ON (HAPV3), alta de 4,45%; Itaú Unibanco PN (ITUB4), queda de 1,43%; Bradesco PN (BBDC4), queda de 1,86%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 02 de maio de 2022 a 02 de setembro de 2022, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice foram: Vale ON (15,582%), Itaú Unibanco PN (5,661%), Petrobras PN (6,864%), Petrobras ON (4,492%) e Bradesco PN (4,606%).

Commodities
O preço do barril do Brent, com contrato futuro para junho de 2022, ficou estável a US$109,10 em Londres.

O barril do WTI, com contrato futuro para junho de 2022, ficou em queda de 2,81% a US$109,24 em Nova York.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de trader

você pode gostar também

Comentários estão fechados.