Ibovespa fica em queda marginal de 0,1%

Volume financeiro ficou em R$28,54 bilhões

O Ibovespa fechou em queda, com as atenções voltadas para a temporada de resultados e com ativos ligados às commodities. O ponto positivo ficou com a Localiza (RENT3) (ver abaixo).

A saída de fluxo de estrangeiros na bolsa era de R$ 1,74 bilhão no dia 29. Um dia antes, a saída era negativa em R$ 611,16 milhões. No mês, o acumulado era negativo em R$7,68 bilhões até a mesma data. A retirada de estrangeiros foi de R$ 7,7 bilhões de ações em abril.

A Petrobras anunciou reajuste de 6,7% no querosene de aviação e a alta acumulada no ano é de 48,7%, segundo comunicado da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

Por fim, como nos demais mercados, as expectativas estão elevadas para as decisões dos bancos centrais, Estados Unidos e Brasil.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 0,10% aos 106.528 pontos. O índice financeiro ficou estável aos 9.948 pontos. O índice de materiais básicos ficou em alta de 0,83% aos 5.786 pontos. O volume financeiro ficou em R$28,54 bilhões.

Destaques com ganhos
SLC Agrícola ON (SLCE3), alta de 6,69%; CSN Miner. ON (CMIN3) alta de 4,13%; Azul ON (AZUL4), alta de 4,36%; Sid. Nacional ON (CSNA3), alta de 4,44%; e Cielo ON (CIEL3), alta de 3,01%.

Operaram com perdas
JHSF Part. ON (JHSF3), queda de 5,81%; Magaz. Luiza ON (MGLU3), queda de 4,17%; Cemig ON (CMIG4), queda de 3,44%; Méliuz ON (CASH3), queda de 3,28%; CVC Brasil ON (CVCB3), queda de 2,88%.

Mais negociadas
Vale ON (VALE3), queda de 0,51%; Petrobras PN (PETR4), alta de 0,90%; Bradesco PN (BBDC4), alta de 0,65%; Localiza ON (RENT3), alta de 1,90%; Itaú Unibanco PN (ITUB4), alta de 0,51%.

Carteira Teórica
Na Carteira Teórica do Índice Bovespa, que passou a vigorar de 02 de maio de 2022 a 02 de setembro de 2022, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice foram: Vale ON (15,582%), Itaú Unibanco PN (5,661%), Petrobras PN (6,864%), Petrobras ON (4,492%) e Bradesco PN (4,606%).

Commodities

O preço do barril do Brent, com contrato futuro para junho de 2022, ficou em alta de 0,94% a US$105,96 em Londres.

O barril do WTI, com contrato futuro para junho de 2022, ficou em alta de 1,56% a US$103,53 em Nova York.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de Trade 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.