Dólar ajusta e volta para os R$4,963

Turismo caiu 1,76% aos R$5,170 para a venda   

O dia foi de ajuste no dólar, depois de uma puxada forte na sessão anterior. O mercado cambial segue os demais, já que amanhã terminam as reuniões dos bancos centrais.  Porém, para conter o avanço da moeda, o Banco Central fez a rolagem de 15 mil contratos em swap.

A oferta do BCB acabou por conter o avanço, que ontem rompeu os R$5,00, que hoje teve a maior desvalorização desde o final de 2021.

Ao final, no interbancário, o dólar ficou em queda de 2,15% aos R$4,963 para a venda. O turismo caiu 1,76% aos R$5,170 para a venda.

“O mercado estava em compasso de espera para a super ‘quarta-feira’, com reuniões do Copom no Brasil e Fomc nos Estados Unidos. No dólar vimos uma desvalorização material frente ao real, caindo 2,1%. No mercado comenta-se que seja um fluxo grande de entrada de investidor estrangeiro”, escreveu o fundador da Quantzed, Marcelo Oliveira.

O euro recuou 1,95% aos R$5,225 para a venda. A libra caiu 2,31% aos R$6,203 para a venda. O peso ficou em queda de 2,26% a R$0,043 para a venda.

Cenário Externo

Na bolsa de Nova York, o índice DXY, que compara o movimento das seis moedas mais importantes ante o dólar americano, ficou em queda de 0,25% aos 103,48 pontos.

O euro ficou em alta de 0,14% a US$ 1.0519 e a libra subiu 0,10% a US$1.2501.

O ouro ficou em alta de 0,23% a US$ 1.867,90 a onça.

O Bitcoin recuou 1,51% a US$37,770,84.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de Trade 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.