Confiança de Serviços sobe 2,2 ptos em julho

Índice de Situação Atual subiu 2,7 pontos

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) do FGV IBRE subiu 2,2 pontos em julho, para 100,9 pontos, maior nível desde setembro de 2013 (101,5 pontos). Em médias móveis trimestrais, o índice avançou pelo quarto mês seguido. Desta vez, a alta foi de 1,6 ponto.

“Depois de dar sinais de desaceleração ao final do primeiro semestre, a confiança do setor de Serviços volta a subir em julho de forma disseminada entre os segmentos. Foi também a primeira vez que o ICS ultrapassou o nível neutro de 100 pontos desde setembro de 2013″, avaliou Rodolpho Tobler, economista do FGV IBRE.

A alta do ICS em julho foi influenciada tanto pela melhora na avaliação das empresas sobre a situação corrente quanto pelas perspectivas para os próximos meses.

O Índice de Situação Atual (ISA-S) subiu 2,7 pontos, para 100,8 pontos, maior nível desde novembro de 2012 (102,0 pontos). O Índice de Expectativas (IE-S) subiu 1,6 ponto, para 100,9 pontos, maior nível desde outubro de 2021 (103,6 pontos).

Índice de Expectativas e de Situação Atual

Os resultados positivos dos últimos meses confirmam o bom momento do setor de Serviços, puxados principalmente pela melhora da situação atual, mas também das expectativas. Na métrica de médias móveis trimestrais, o IE-S vem se mantendo acima do ISA-S desde o início da pandemia, em junho de 2020, uma diferença que chegou aos 18,3 pontos no bimestre setembro-outubro de 2020. No resultado de julho, essa diferença caiu a apenas 0,6 ponto, corroborando a tendência de recuperação da demanda e a melhora da situação geral dos negócios no setor.

Gostou deste conteúdo e quer saber mais? É só clicar aqui 

Veja também no nosso blog

você pode gostar também

Comentários estão fechados.